Las conjunciones

Las conjunciones, as conjunções em espanhol, têm a função de unir dois termos semelhantes de uma mesma oração ou duas orações, estabelecendo entre eles uma relação de coordenação — quando os termos ou orações são independentes — ou subordinação — quando os termos ou orações são interdependentes. São subdivididas em dois grupos:

  • coordenadas (coordinantes)

  • subordinadas (subordinantes)

Apesar de a classificação das conjunciones ser a mesma tanto em português como em espanhol, há muito o que se aprender sobre elas. Continue lendo para aprender mais e ¡échale ganas!

Leia também: Pronombres indefinidos – pronomes indefinidos em espanhol

Classificação das conjunções

As conjunções são termos essenciais para estabelecer coesão nas frases e nos textos.
As conjunções são termos essenciais para estabelecer coesão nas frases e nos textos.
  • Conjunciones coordinantes (coordenadas)

As conjunciones coordinantes são classificadas em: copulativas, disyuntivas y distributivas e adversativas. Vamos estudar cada uma delas.

a) Copulativas

Indicam adição. Podem ser simples (apenas um elemento) ou compostas (dois ou mais elementos).

- Simples: ni, y, e

  • No como ni duermo cuando viajo en avión.
    (Não como nem durmo quando viajo de avião.)

  • La conocí hace dos días y me cayó súper bien.
    (Conheci-a há dois dias e fui com a cara dela.)

A conjunção y se transforma em e antes de palavras que começam por i- ou hi-:

Compra productos nacionales e importados.
(Compra produtos nacionais e importados.)

Antes do ditongo hie-, usa-se a conjunção y:

Tráeme una gaseosa y hielo.
(Traga-me um refrigerante e gelo.)

- Compostas: ni… ni; tanto… como; tanto… cuanto; así... como

  • Ni tú ni yo tenemos la respuesta.
    (Nem você nem eu temos a resposta.)

  • Tanto el vestido negro como el rojo te quedan bien.

(Tanto o vestido preto quanto/como o vermelho te caem bem.)

  • Me interesa así el arte como la tecnología.

(Me interessa tanto a arte quanto/como a tecnologia.)

¡OJO! Segundo a Real Academia Española, conjunção copulativa así… como é pouco usada atualmente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

b) Disyuntivas y distributivas

São aquelas que indicam alternância ou escolha.

- Simples: apenas as conjunções o e u

Qué quieres tomar: ¿café o té?
(O que você quer beber: café ou chá?)

A conjunção o se converte em u diante de palavras iniciadas por o- ou ho-:

  • ¿Esto es bisutería u oro?
    (Isso é bijuteria ou ouro?)

  • Viaja mañana u hoy, no me acuerdo muy bien.
    (Viaja amanhã ou hoje, não me lembro muito bem.)

- Compuestas: sea… sea; ya… ya; ora… ora; bien… bien; o… o

  • Alberti nunca sale, sea lunes, sea domingo.
    (Alberti nunca sai, seja segunda, seja domingo.)

  • Siempre ha sido muy inteligente, ya en Matemáticas, ya en Lenguas.
    (Sempre foi muito inteligente, seja em matemática, seja em línguas.)

c) Adversativas

Indicam oposição de ideias.

- Pero, mas: sinônimos da conjunção mas em português

Compró un auto nuevo, pero no lo puede pagar.
(Comprou um carro novo, mas não pode pagar por ele.)

¡OJO! O uso de vírgula antes de pero/mas é obrigatório.

- Sino: equivale, em português, a mas (sim), senão, a não ser, além de ou exceto. Sempre é usado depois de uma oração negativa.

  • No le gusta la carne roja sino la blanca.
    (Não gosta de carne vermelha, mas sim da branca.)

  • ¿Quién sino tú podría hacerlo?
    (Quem, senão você, poderia fazer isso?)

  • Este niño no hace nada sino quejarse.
    (Este menino não faz nada a não ser/além de reclamar.)

  • Nunca he ido a Bahía sino en verano.
    (Nunca fui à Bahia exceto no verão.)

- Sino que: somente, apenas

No me mostró el trabajo sino que lo envió directamente a la profesora.
(Não me mostrou o trabalho, apenas o enviou diretamente para a professora.)

- No solo… sino también: indica adição de elementos à frase.

No solo tengo que hacer los deberes, sino también arreglar la casa.
(Não só tenho que fazer as tarefas, mas também que arrumar a casa.)

- No obstante, sin embargo: porém, contudo, entretanto, todavia

Lee mucho; sin embargo, tiene mala memoria.
(Lê muito; no entanto, tem memória ruim.)

Conjunciones coordinantes

Clasificación

Español

Portugués

Copulativas

Simples

 

y/e

ni

e

nem

Compuestas

 

ni… ni

tanto… como

tanto… cuanto

así... como

nem… nem

tanto… quanto

tanto… quanto

tanto… quanto

Disyuntivas y distributivas

Simples

 

o/u

ou

Compuestas

 

o… o

bien… bien

ya… ya

ora… ora

sea… sea

ou… ou

ou… ou

ora… ora

ora… ora

seja… seja

Adversativas

pero/mas

sino

no… sino que

no solo… sino también

mas

senão/mas sim

não só/somente… apenas

não só… mas também

Veja também: Adverbios en español – palavras que modificam verbos, adjetivos e outros advérbios

  • Conjunciones subordinantes (subordinadas)

As conjunciones subordinantes estabelecem uma relação de interdependência entre a oração principal e a subordinada. Em geral, esse grupo é formado pelas locuciones conjuntivas, expressões compostas por duas ou mais palavras e que funcionam como uma só conjunção.

As conjunciones subordinantes são subdivididas em causales, concesivas, condicionales, consecutivas, finales e temporales. Além da classificação, deve-se prestar atenção aos modos e tempos verbais que podem ser usados com cada uma.

a) Causales

São aquelas que indicam a causa ou motivo da ação do verbo principal.

- Ya que + verbo no modo indicativo: a causa de que, como, dado que, en vista de que, porque, pues, puesto que, que

No salió de casa, en vista de que estaban en cuarentena.
(Não saiu de casa, em vista de que estavam em quarentena.)

- No porque + verbo no modo subjuntivo

Leo todos los días, no porque me obliguen, sino porque me gusta.
(Leio todos os dias, não porque me obrigam, mas porque eu gosto.)

- Por + verbo no infinitivo

No vino a trabajar por estar enfermo.
(Não veio trabalhar por estar doente.)

b) Concesivas

Indicam uma ação que se realiza, apesar de um obstáculo.

- Aunque: embora, ainda que, mesmo que

  • Tuve que irme, aunque no lo quería.
    (Tive que ir embora, apesar de não querer.)

  • Aunque llueva, tengo que ir a trabajar.
    (Mesmo que chova, tenho que ir trabalhar.)

- A pesar de (que), pese a que e por más que: apesar de que, pese a, por mais que

La cosecha será buena, a pesar de haber llovido todos los días.
(A colheita será boa, apesar de ter chovido todos os dias.)

- Por mucho que, por poco que + verbo no modo subjuntivo: ainda que, mesmo que, mesmo + verbo no gerúndio + muito/pouco

Por mucho que se esforzara, no pudo ir al cumple de Leticia.
(Por mais que se esforçasse, não pôde ir ao aniversário da Letícia.)
(Mesmo se esforçando muito, não pôde ir ao aniversário da Letícia.)

c) Condicionales

Expressam condição para a realização da ação.

- Si: se

Si me tocara la lotería, me mudaría a Costa Rica.
(Se eu ganhasse na loteria, me mudava/mudaria para a Costa Rica.)

¡OJO! Quando usada com o presente do indicativo, a conjunção se indica uma ação futura, como se observa no seguinte exemplo:

Si salgo temprano del trabajo, paso por el supermercado.
(Se eu sair cedo do trabalho, passo no supermercado.)

- Como + verbo no modo subjuntivo: tem o mesmo valor de se. Dependendo do contexto, pode soar como uma ameaça para que alguém realize uma tarefa:

Como no arregles la casa, no vas a la fiesta de Marina.
(Se você não arrumar a casa, não vai à festa da Marina.)

- A no ser que, a menos que, excepto que, salvo que, con tal de que + verbo no modo subjuntivo

  • Llego temprano, a no ser que haya algún problema.
    (Chego cedo, a não ser que haja algum problema.)

  • Prometió apoyar al alcalde, con tal de que cumpliera con sus promesas.
    (Prometeu apoio ao prefeito, contanto que cumprisse suas promessas.)

- De + verbo no infinitivo: indica uma condição improvável.

De haber estudiado, no hubieras sacado malas notas.
(Se você tivesse estudado, não teria tirado notas ruins.)

Leia também: Los artículos determinado, indeterminado y neutro en español

d) Consecutivas

Expressam a consequência ou o efeito da oração principal.

- Así que, por lo tanto, por consiguiente, por eso, luego

Lo que encargaste llega mañana, así que tranquilízate.
(Sua encomenda chega amanhã, então, fique tranquila/o.)

- Conque: então, portanto, de maneira que. É usado com verbos nos modos indicativo e/ou imperativo.

Ya se está haciendo noche, conque apúrate.
(Já está ficando de noite, então se apresse.)

- de ahí que + verbo no modo subjuntivo

Se gastó mucha plata durante las vacaciones, de ahí que no pudiera pagar las deudas.
(Gastou muito dinheiro durante as férias, por isso não podia pagar as contas.)

- tanto que, de tal modo que, de tal manera que + verbo no modo indicativo

Ahorró tanto que logró comprarse un auto nuevo en efectivo.
(Economizou tanto que conseguiu comprar um carro novo à vista.)

- tan + adjetivo/advérbio + que + verbo no modo indicativo

Cervantes es un escritor tan importante que hay un instituto que lleva su nombre.
(Cervantes é um escritor tão importante que existe um instituto que leva seu nome.)

Leia também: Pronombres personales – pronomes pessoais em espanhol

e) Finales

Indicam objetivo ou finalidade.

- A (que), para (que), a fin de (que), con vistas a (que), con la intención de (que), con el objeto de (que), con el propósito de (que)

Usadas com verbos no infinitivo, essas conjunções indicam que o sujeito das duas orações é o mesmo.

Vine a visitarte.
(O pronome yo é sujeito tanto dos verbos vine como visitarte.)
(Eu vim te visitar.)

Quando usadas com verbos no modo subjuntivo, indicam que os sujeitos do verbo da oração principal e da subordinada são diferentes. Nesses casos, são acompanhadas de que:

Vine a que visitemos a Amanda.
(Sujeito de vine: yo; sujeito de visitemos: nosotros/as.)
(Eu vim para que visitemos a Amanda.)
(Eu vim para a gente visitar a Amanda.)

- Que: no geral, é usado com verbo no imperativo + que + presente do subjuntivo.

Abrígate, que no te enfermes.
(Proteja-se/Abrigue-se do frio, para que não fique doente.)

f) Temporales

Expressam tempo.

- Cuando, apenas, mientras (tanto), en cuanto, tan pronto como, cada vez que, hasta que, siempre que

Quando usadas com o modo indicativo, indicam que a ação acontece no presente ou no passado.

  • Cuando llegué, ya no había nadie.
    (Quando cheguei, não havia mais ninguém.)

  • Apenas salió de casa, empezó a llover.
    (Mal saiu de casa, começou a chover.)

  • Camila estaba estudiando mientras Andrés lavaba la ropa.
    (Camila estava estudando enquanto Andrés lavava a roupa.)

  • Voy a casa de Carlos. Mientras tanto, llámalo para avisarle.
    (Vou à casa do Carlos. Enquanto isso, ligue para ele para avisar.)

- Mientras também assume valor condicional quando usado com verbos no subjuntivo.

  • Mientras no termines de fregar los platos, no vas a jugar. (Si no terminas…)
    (Enquanto/Se você não terminar de lavar a louça, não vai brincar.)

  • En cuanto termino de comer, me da mucho sueño.
    (Quando termino de comer, me dá muito sono.)

Quando usadas com o presente do subjuntivo, essas conjunções indicam que a ação acontece no futuro.

  • Cuando pueda, te llamo.
    (Quando eu puder, te ligo.)

  • En cuanto salga, te aviso.
    (Assim que eu sair, te aviso.)

¡OJO! A locução conjuntiva en cuanto é um falso cognato.

- Antes de que/después de que + verbo no modo subjuntivo

Avísame antes de que salgas.
(Avise-me antes de sair.)

- Nada más + infinitivo

Nada más verme, me abrazó.
(Assim que me viu, me abraçou.)

Conjunciones subordinantes

Clasificación

Español

Portugués

Causales

a causa de que

por causa de

como

como

dado que

dado que

en vista de que

em vista de que

porque

porque

pues

pois

puesto que; ya que

já que

que

que

no porque

não porque

por

por

Concesivas

aunque

embora, ainda que, mesmo que

a pesar de que, pese a que

apesar de, pese a

por más que

por mais que

por mucho que

ainda/mesmo que + subjuntivo + muito

mesmo/ainda + gerúndio + muito

por poco que

ainda/mesmo que + subjuntivo + pouco

mesmo + gerúndio + pouco

Condicionales

si

se

como + verbo no modo subjuntivo

se

a no ser que

a não ser que

a menos que

a menos que

excepto que

salvo se

salvo que

a não ser que

con tal de que

contanto, desde que

de + verbo no infinitivo

se

Consecutivas

así que

então

por lo tanto; por tanto

portanto

por consiguiente

por conseguinte

por eso

por isso

conque

então, portanto, de maneira que

luego

logo, portanto

de ahí que + verbo no modo subjuntivo

por isso

tanto que

tanto que

de tal modo que, de tal manera que

de tal modo, de tal maneira

tan + adjetivo/advérbio + que + verbo no modo indicativo

tão + adjetivo/advérbio + que + verbo no modo indicativo

Finales

a (que); para (que)

para (que)

a fin de (que)

a fim de (que)

con vistas a (que)

com vistas a (que)

con la intención de (que)

com a intenção de (que)

con el objeto de (que)

com o objetivo de

con el propósito de (que)

com o propósito de

que

Para que

Temporales

Cuando

cuando

apenas

mal, tão logo

en cuanto, tan pronto como

nada más + infinitivo:

assim que, logo que

mientras (tanto)

enquanto (isso)

antes de que

antes de

después de que

depois de

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Complete as frases com a conjunção adequada:

A) Para coser, necesito aguja …. hilo.
B) Ven a mi casa …. charlamos un rato.
C) Anduvo por toda la tienda de ropas, …., no compró nada.
D) No quería que le dijeran qué hacer, …. la escucharan.
E) …. me dice que me quiere, …. me dice que me vaya.
F) Usted puede leer unas revistas …. espera al doctor.
G) …. termine de leer, te devuelvo el libro.
H) Ella ya debe de estar llegando, …. descuida.
I) …. no te comas las verduras, no te saco a pasear.
J) Hoy termino este artículo, …. me desvele.

Resolução

A) e
B) y
C) pero / sin embargo
D) sino que
E) Ora... ora
F) mientras
G) En cuanto / tan pronto como
H) así que
I) Como / Mientras
J) aunque

Questão 2 – (Enem)

Pensar la lengua del siglo XXI

Aceptada la dicotomía entre “español general” académico y “español periférico” americano, la capacidad financiera de la Real Academia, apoyada por la corona y las grandes empresas transnacionales españolas, no promueve la conservación de la unidad, sino la unificación del español, dirigida e impuesta desde España (la Fundación Español Urgente: Fundeu). Unidad y unificación no son lo mismo: la unidad ha existido siempre y con ella la variedad de la lengua, riqueza suprema de nuestras culturas nacionales; la unificación lleva a la pérdida de las diferencias culturales, que nutren al ser humano y son tan importantes como la diversidad biológica de la Tierra.

Culturas nacionales: desde que nacieron los primeros criollos, mestizos y mulatos en el continente hispanoamericano, las diferencias de colonización, las improntas que dejaron en las nacientes sociedades americanas los pueblos aborígenes, la explotación de las riquezas naturales, las redes comerciales coloniales fueron creando culturas propias, diferentes entre sí, aunque con el fondo común de la tradición española. Después de las independencias, cuando se instituyeron nuestras naciones, bajo diferentes influencias, ya francesas, ya inglesas; cuando los inmigrantes italianos, sobre todo, dieron su pauta a Argentina, Uruguay o Venezuela, esas culturas nacionales se consolidaron y con ellas su español, pues la lengua es, ante todo, constituyente. Así, el español actual de España no es sino una más de las lenguas nacionales del mundo hispánico. El español actual es el conjunto de veintidós españoles nacionales, que tienen sus propias características; ninguno vale más que otro. La lengua del siglo XXI es, por eso, una lengua pluricéntrica.

LARA, L.F. Disponível em: www.revistaenie.clarin.com. Acesso em: 25 fev. 2013.

O texto aborda a questão da língua espanhola no século XXI e tem como função apontar que

A) as especificidades culturais rompem com a unidade hispânica.

B) as variedades do espanhol têm igual relevância linguística e cultural.

C) a unidade linguística do espanhol fortalece a identidade cultural hispânica.

D) a consolidação das diferenças da língua prejudica sua projeção mundial.

E) a unificação da língua enriquece a competência linguística dos falantes.

Resolução

O texto começa por afirmar que tanto a Real Academia Española quanto as empresas transnacionais não promovem “la conservación de la unidad, sino la unificación del español, dirigida e impuesta desde España”. Dessa forma, e de acordo com o texto, o país europeu usa de uma estratégia de apagamento das diferenças linguísticas.

Em seguida, o texto faz um passeio pela história da língua, com o objetivo de constatar que o espanhol da Espanha “no es sino una más de las lenguas nacionales del mundo hispánico”, colocando-o em pé de igualdade com os outros países cuja língua oficial também é o espanhol. Desse modo, a única alternativa correta é a B.

Por: Renata Martins Gornattes

Artigos relacionados

Acentuación

Aprenda como ocorre a acentuação gráfica em espanhol. Veja quais são as regras específicas de cada caso. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.

Heterosemánticos (falsos amigos)

Leia uma lista de falsos cognatos/ heterosemánticos da língua espanhola. Veja também alguns exemplos com essas palavras e resolva os exercícios sobre o tema.

Los artículos

Los artículos (os artigos) têm o poder de determinar o gênero de uma palavra, além de possuir outras funções. Quer saber como isso acontece? Continue lendo.

Pronombres indefinidos

Conheça os pronombres indefinidos (pronomes indefinidos em espanhol) e aprenda a usá-los corretamente. Resolva também os exercícios propostos sobre o tema.

Pronomes

Aprenda mais sobre a classe dos pronomes. Entenda qual é a sua função e como se classificam de acordo com o contexto.

Pronomes demonstrativos

Clique aqui e entenda como os pronomes demonstrativos são empregados!