Como estudar História para o Enem

Sabemos que milhões de estudantes em todo o Brasil preparam-se para um dos momentos mais importantes da formação escolar: o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Esse exame é o principal meio para assegurar uma vaga nas melhores universidades do Brasil. Por isso, a concorrência nele é enorme e, portanto, é muito importante ter uma boa preparação.

A disciplina de história é uma das mais importantes na prova e está incluída na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Essa é a área responsável por abordar assuntos relacionados com o estudo do ser humano e suas ações. Assim, ela investiga a história, a cultura, a arte, as questões teóricas envolvendo a ação do homem na natureza etc.

Os conteúdos de história fazem parte das ciências humanas e suas tecnologias nas provas do Enem.
Os conteúdos de história fazem parte das ciências humanas e suas tecnologias nas provas do Enem.

Apesar dessa abrangência, a disciplina de história é uma das áreas abordadas nas ciências humanas e suas tecnologias. Isso significa que uma série de questões do Enem exigem bastante dos conhecimentos que você adquiriu nessa área. Por isso, vamos deixar algumas dicas para você aprimorar os seus estudos em história. Se você quer mandar bem em história no Enem, acompanhe nosso texto!

Acesse também: Dicas para melhorar a sua redação

1. Faça lista de exercícios

Uma das melhores formas de ampliar o seu conhecimento é respondendo a listas de exercícios. Procurar questões que apareceram em outros vestibulares, questões elaboradas pelos seus professores e questões elaboradas por outros professores é importante para formar-se um acervo com perguntas que fazem abordagens distintas.

Procure fazer exercícios dos mais variados assuntos abordados na história, mas, caso não tenha acesso a eles, é importante focar nos assuntos que aparecem com maior frequência na prova. Estudar por meio de exercícios é uma forma de aprender por tentativa e erro, afinal, é errando que se aprende. Quanto maior o número de questões resolvidas, menor será sua taxa de erro.

As questões podem ser tanto dissertativas quanto objetivas. O importante é fazer o maior número possível de exercícios para ampliar o seu conhecimento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2. Revise as provas anteriores

Revisar as provas antigas do Enem é fundamental para ter sucesso na prova. Por meio da revisão, você poderá conhecer a abordagem que é feita da história na prova. Sendo assim, você saberá como as questões são construídas, poderá entender melhor a linguagem utilizada e a forma como os conteúdos da história são relacionados com imagens e fragmentos de texto.

Além disso, você poderá acostumar-se com os tamanhos das questões (algumas bem grandes), ter uma ideia do nível de dificuldade da prova e de quais assuntos são recorrentes.

3. Leia os conteúdos com atenção

É importante estar ciente de que as questões em história possuem enunciados extensos, com fragmentos de textos que, muitas vezes, exigirão da sua capacidade de interpretação textual. Sendo assim, é importante que a leitura, ou na resolução de exercícios ou em uma revisão de conteúdo, seja feita com muita atenção.

Uma leitura desatenta pode te fazer não entender devidamente determinado assunto ou interpretar incorretamente uma questão. Lembre-se de que cada questão vale muito e que é importante manter-se atento em todas elas para que o seu aproveitamento seja o melhor possível.

4. Mantenha-se atualizado

É importante manter-se atualizado quanto aos acontecimentos do mundo, uma vez que eventos da atualidade podem ser utilizados na prova de forma relacionada com acontecimentos históricos. Por isso é sempre importante acompanhar as notícias nos principais jornais e revistas. Acompanhar podcasts especializados é uma boa forma de atualizar-se das principais notícias do Brasil e do mundo.

Acesse também: Brasil Império nas questões do Enem

5. Faça resumos

Seguir uma boa rotina de estudos é fundamental para aprimorar os seus conhecimentos em história.
Seguir uma boa rotina de estudos é fundamental para aprimorar os seus conhecimentos em história.

O estudo da história não se passa apenas pela leitura do conteúdo. Elaborar resumos também é uma ótima maneira de você aprender a matéria. Lembre-se de que a elaboração de resumos não deve ser feita como forma de memorizar o conteúdo, mas sim como uma etapa para reforçar o que você já aprendeu dele.

A forma como esse conteúdo vai ser resumido fica a seu critério: pode ser tanto em textos discursivos, como se fosse uma redação, quanto em tópicos que destacam os principais pontos de cada tema.

6. Assista às videoaulas e ouça o podcast do Brasil Escola

Estudar história também pode ser feito por meio das videoaulas, um recurso didático que se tornou muito popular nos últimos anos. As videoaulas podem ser assistidas antes ou após a leitura sobre o assunto que você estiver estudando. Caso você queira ter acesso às melhores videoaulas de história, é só acessar e inscrever-se no Canal do Brasil Escola no YouTube.

Caso você prefira uma mídia mais dinâmica, não sendo necessário estar focado em uma tela, você pode também estudar por meio dos podcasts. O Brasil Escola também possui um canal de podcasts que aborda os principais assuntos da história. Para acompanhar, clique: Brasil Escola Podcasts.

7. Faça uma revisão dos principais assuntos

O processo de estudo e preparação para uma prova requer do estudante um estudo diário de diversas matérias. Esse também é o caso da história, e os principais assuntos dessa área não podem ser estudados apenas uma vez. É extremamente importante que os principais tópicos sejam revisados de tempos em tempos, uma vez que, com o tempo e à medida que estudamos outras disciplinas, alguns detalhes importantes podem ser esquecidos.

O ideal é que todo conteúdo seja revisto, mas caso não haja tempo para isso, é importante focar-se em temas importantes que possuem maior recorrência na prova. No caso de história geral, podemos citar assuntos como civilizações clássicas, revoluções liberais (sobretudo, a francesa), guerras mundiais, período entreguerras e Guerra Fria.

No caso de história do Brasil, é importantíssimo que todo o conteúdo seja revisado, pelo menos, uma vez e que assuntos como Segundo Reinado, Era Vargas, Ditadura Militar e Nova República sejam revistos com certa frequência.

8. Elabore mapas mentais

Cada pessoa tem um método para estudar, e se você não tem muita facilidade com os resumos, você pode trabalhar com os mapas mentais. Elaborar mapas mentais ou estudar pelos que foram elaborados por professores de história são formas de revisar o conteúdo de maneira mais lúdica e divertida.

Acesse também: Trabalho e sociedade nas questões do Enem

9. Crie um cronograma de estudos

Criar um ritmo de estudos diário é muito importante para que você consiga estudar e revisar tudo o que é necessário. Sendo assim, é importante que seus estudos sejam realizados de maneira organizada. Para isso é necessário estabelecer um dia na semana (ou dias da semana) para estudar e rever a matéria de história.

Além disso, é importante procurar formas de organizar os conteúdos que serão estudos. Por exemplo, você pode separar um dia para estudar a Revolução Inglesa e a Revolução Francesa ou para estudar Ditadura Militar e Nova República.

10. Procure mais de uma fonte de estudo

É muito importante ancorar os seus estudos em história na maior quantidade de fontes possível. Assim, você pode utilizar mais de um livro e acompanhar dois ou três sites de sua confiança. Caso esteja em dúvida se o material de um livro ou de um site é de confiança e qualidade, você pode pedir uma orientação de seu professor nesse sentido.

Por: Daniel Neves Silva

Artigos de Como estudar História para o Enem

Dicas de História para o Enem

Clique para acessar e ver dicas fundamentais para você estudar e entender história durante sua preparação para o Enem.

Temas de história que mais caem no Enem

Acesse esse texto e veja temas fundamentais da disciplina de história, como Segunda Guerra Mundial e Era Vargas, e que caem com recorrência na prova do Enem.