Dicas de História para o Enem

As provas de vestibular, sendo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) uma delas, é um dos grandes desafios que todo estudante encara na procura por garantir uma vaga em uma boa universidade. Desde 2009 o Enem tornou-se um dos exames mais importantes de todo o país e, por isso, é importante fazer uma boa preparação para estar apto a encarar todos os desafios que essa prova traz.

A disciplina de História é bastante cobrada na prova de Ciências Humanas e suas tecnologias e, portanto, é importante estar com o conhecimento afiado, caso você deseje tirar uma boa nota. Sabemos que essa disciplina é bastante complexa por trazer conteúdos que requerem muita leitura, capacidade de interpretação textual etc. Pensando nisso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a ter um ótimo desempenho em História no Enem!

Acesse também: Temas de História que mais caem no Enem

1) Prepare-se para uma prova conteudista

Professores destacam que, entre 2009 e 2018, a prova de História no Enem foi mais interpretativa, mas a prova de 2019 deu foco no conteudismo.[1]
Professores destacam que, entre 2009 e 2018, a prova de História no Enem foi mais interpretativa, mas a prova de 2019 deu foco no conteudismo.[1]

Desde que o Enem assumiu a forma atual em 2009, os professores sempre alertavam os alunos sobre uma característica importante: a grande quantidade de questões interpretativas. Essas questões basicamente são aquelas que podem ser resolvidas mediante a interpretação de textos ou imagens presentes no enunciado.

De 2009 a 2018, a maioria das questões era de caráter interpretativo, mas a prova de 2019 trouxe uma nova tendência, que pode permanecer nos próximos anos: questões conteudistas. Diferentes professores de todo o Brasil demonstraram que as questões conteudistas predominaram na prova de História do exame.

Isso, no entanto, não significa que as questões interpretativas serão abandonadas, significa que você deve diversificar a sua preparação para estar pronto tanto para uma prova conteudista quanto para uma prova interpretativa. A grande questão é: as provas conteudistas demandam maior domínio do conteúdo em comparação com as interpretativas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2) Revise os temas com maior recorrência na prova

Revisar os conteúdos de História é algo que deve ser realizado com certa frequência, pois a disciplina é densa e, à medida que estudamos outras coisas, podemos correr o risco de esquecer o que já foi estudado. Além disso, é importante dedicar atenção extra para os assuntos que apresentaram maior recorrência nos últimos anos do Enem.

A prova de 2019 também trouxe algumas mudanças importantes com relação à reincidência de temas. Na prova de 2019, Era Vargas e Ditadura Militar, dois dos assuntos mais cobrados em História do Brasil, não apareceram. Isso pode indicar uma mudança de abordagem dos conteúdos para os próximos anos, mas, ainda assim, esses assuntos não podem ser ignorados e devem ser revisados.

Acesse também: Trabalho e sociedade nas questões do Enem

3) Saiba relacionar os conteúdos

Você sabe dizer qual a correlação da Galeria dos Espelhos, no Palácio de Versalhes, com a Primeira e a Segunda Guerra Mundial?[2]
Você sabe dizer qual a correlação da Galeria dos Espelhos, no Palácio de Versalhes, com a Primeira e a Segunda Guerra Mundial?[2]

Uma forma de poder perceber se o seu aprendizado em História está bom ou não é procurar analisar a sua capacidade de relacionar acontecimentos diferentes. Deixaremos dois exemplos bem fáceis pra você poder identificar se a sua capacidade de relacionar conteúdos está afiada.

Um primeiro exemplo é relacionar a Primeira com a Segunda Guerra Mundial. São dois conflitos separados por 21 anos de distância e que possuem uma correlação direta. Essa correlação passa diretamente pelo Tratado de Versalhes.

O segundo exemplo pode ser procurar relacionar os eventos do período napoleônico com a independência do Brasil. Como os feitos de Napoleão Bonaparte na Europa tiveram influência no Brasil a ponto de precipitar o nosso processo de independência? Essa correlação não é direta, mas sim indireta, uma vez que os eventos desse período levaram a mudanças no Brasil que foram importantes para o cenário da independência.

Você consegue fazer essas correlações? Elas são importantes porque dão uma ideia bem clara da extensão do seu conhecimento. Se você percebeu que possui uma dificuldade nesse aspecto, procure trabalhá-la por meio da leitura e da resolução de exercícios.

4) Procure outros meios de se informar e de se atualizar

Revisar o conteúdo e reforçar seu aprendizado com videoaulas e podcasts é uma boa forma de se sair bem na prova de História.
Revisar o conteúdo e reforçar seu aprendizado com videoaulas e podcasts é uma boa forma de se sair bem na prova de História.

Os livros e as aulas nas escolas e cursinhos são o principal meio de preparação dos estudantes. Ainda assim, é importante diversificar os locais onde você estuda, uma vez que criar um repertório de conhecimento é fundamental, não só para a história, mas para as outras disciplinas da prova. Portanto, assista a videoaulas e ouça podcasts relacionados com conteúdos de história. Além disso, é importante também estar atualizado com o noticiário, pois atualidades podem ser de alguma maneira relacionadas com conteúdos da história.

5) Anotações são importantes

História é uma disciplina densa e que requer a absorção de muita informação. Assim, o processo de preparação e de estudo demanda a utilização de algumas técnicas para aprendizado e assimilação desse conteúdo. A realização de anotações é uma delas, pois, além de ajudar no aprendizado, pode ajudar em uma revisão do conteúdo, pois essas anotações poderão ser consultadas posteriormente.

Acesse também: Brasil Império nas questões do Enem

6) Fazer simulados é fundamental

Uma forma de se preparar é a realização de simulados. Aqui estamos falando principalmente da resolução de provas antigas do Enem, porque, por meio delas, você vai poder conhecer melhor a forma de abordagem realizada na prova, além de conseguir fazer uma preparação de tempo, pois é importante administrar o tempo gasto em cada questão.

Créditos das imagens:

[1] Brenda Rocha e Shutterstock

[2] Madison Kayz e Shutterstock 

Por: Daniel Neves Silva

Artigos relacionados

Brasil Império

Do fim do colonialismo à abolição da escravatura.

Brasil Império nas questões do Enem

Saiba de que modo aparece o tema do Brasil Império nas questões do Enem e como se deve interpretá-las, de acordo com as competências exigidas no Exame.

Era Vargas no Enem

Acesse o site e veja as principais características da Era Vargas e saiba também como o Enem costuma cobrar esse assunto.

Trabalho e sociedade nas questões do Enem

Saiba como é abordado o tema da relação entre trabalho e sociedade no Enem e fique afiado para acertar todas as questões em que tal relação aparecer.