Retículo endoplasmático

Célula animal contendo os dois tipos de retículo endoplasmático
Célula animal contendo os dois tipos de retículo endoplasmático

O retículo endoplasmático é um conjunto de membranas que têm função de síntese e transporte de várias substâncias. Há dois tipos de retículo endoplasmático: rugoso ou granular, e liso ou agranular.

O retículo endoplasmático rugoso, também chamado de ergastoplasma, possui inúmeros ribossomos aderidos às suas membranas, o que lhe confere um aspecto enrugado. Esses ribossomos produzem proteínas que são envolvidas por membranas, formando “pacotes” cheios de proteínas que são enviadas para o complexo de golgi para serem mandadas para os locais, dentro e fora da célula, que necessitam delas.

 

O retículo endoplasmático rugoso possui ribossomos aderidos às suas membranas
O retículo endoplasmático rugoso possui ribossomos aderidos às suas membranas

O retículo endoplasmático liso não possui ribossomos aderidos em suas membranas, nelas ocorre a produção de ácidos graxos, fosfolipídios e esteroides. No interior da membrana há enzimas que combatem substâncias tóxicas, promovem a desintoxicação do organismo facilitando a eliminação dessas substâncias do corpo. Nas células do fígado, órgão responsável pela desintoxicação do corpo, há um grande número de retículo endoplasmático liso. Nos músculos essas organelas são bem desenvolvidas, pois servem de reservatório para íons cálcio, que participam das contrações musculares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O uso constante de substâncias tóxicas ao organismo, como medicamentos, drogas psicotrópicas e álcool, faz com que o retículo endoplasmático liso se desenvolva e ocorra aumento na quantidade de membranas e enzimas para desintoxicação. Isso ocorre porque as células do fígado são as responsáveis pela desintoxicação do organismo, e no interior do retículo endoplasmático liso há enzimas que neutralizam essas substâncias tóxicas. Isso faz com que a pessoa tenha que ingerir doses maiores da droga para que se tenha o efeito desejado.

O retículo endoplasmático liso está presente em grande número nas células do fígado
O retículo endoplasmático liso está presente em grande número nas células do fígado

Por: Paula Louredo Moraes

Artigos relacionados

Biologia celular no Enem

Clique aqui e entenda como é abordada a biologia celular no Enem e quais pontos dessa área você não pode deixar de estudar. Ainda, resolva questões sobre o tema.

Complexo de golgi

O complexo de golgi faz o papel de “correio” do organismo, pois empacota e envia as substâncias aos locais necessitados.

Complexo golgiense e a secreção celular

Compreenda a importância do complexo golgiense para a secreção celular e entenda como esse importante processo ocorre na célula.

Cálcio

Você sabia que o cálcio é considerado um mental na tabela periódica? Confira!

Célula

Conheça as principais características de uma célula, a unidade estrutural e funcional dos seres vivos.

Células vegetais

Aprenda mais sobre as células vegetais aqui! Neste texto conheceremos as características desse tipo celular e o que o diferencia da célula animal.

Enzimas

Clique aqui e aprenda qual é a função das enzimas e como elas atuam.

Lipídios

Lipídios, categoria de compostos, função dos lipídios, característica dos lipídios, os principais grupos de lipídios, os triglicérides, os fosfolipídios, os cerídeos, os esteróides, classificação dos ácidos graxos, o excesso de esteróides.

Proteínas

Formadas por aminoácidos unidos por ligações peptídicas.

Ribossomos

Os ribossomos são organelas que têm a função de produzir proteínas

Sais minerais

Como os sais minerais atuam em nosso organismo e onde podem ser encontrados.