Angiospermas

A maioria das plantas que conhecemos pertence ao grupo das angiospermas, ou seja: vegetais cujos elementos relacionados à reprodução se encontram localizados nas flores.
Além de a polinização ocorrer com auxílio dos ventos e chuvas, as flores são importantes estruturas que permitem a atração de animais polinizadores, executando esta função, geralmente, ao visitarem seus nectários. Aromas perfumados e cores vistosas são alguns fatores que propiciam sua chegada.


 

Flores femininas e hermafroditas possuem uma estrutura chamada carpelo. Ele é o conjunto de folhas modificadas cuja base, dilatada, é o ovário. Após a fecundação, os tecidos do óvulo se desidratam, formando sementes; e parte do carpelo forma o fruto. Essa estrutura também é uma novidade evolutiva, encontrada somente nesse grupo.

Além de proteger a semente, a maioria dos frutos possui reservas nutritivas que atraem animais, permitindo com que, após sua ingestão, a semente seja lançada, juntamente com as fezes, a distâncias maiores. A presença de estruturas que permitem com que o fruto se grude aos pelos de animais, ou mesmo aquelas semelhantes a asas, facilitando o voo, também permitem uma melhor dispersão das sementes. Elas são formadas pelo tegumento, embrião, endosperma e folhas especiais, denominadas cotilédones, que armazenam nutrientes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Há algum tempo, angiospermas eram classificadas de acordo com o número de cotilédones: monocotiledôneas ou dicotiledôneas. Entretanto, novos estudos revelaram que, dentre as dicotiledôneas, existem grupos distintos de plantas. Assim, tais plantas são classificadas em:

- Monocotiledôneas: somente um cotilédone, Exemplo: milho e arroz.

- Eudicotiledôneas: dois cotilédones. Exemplo: feijão e uva.

- Dicotiledôneas basais: dois cotilédones, e traços primitivos. Ex: magnólia e vitória-régia.

Os dois primeiros grupos correspondem a 97% das angiospermas, e as dicotiledôneas basais são responsáveis pelos 3% restantes.

Vale lembrar que angiospermas podem também se reproduzir de forma assexuada, naturalmente, por propagação vegetativa; ou através de intervenções humanas, como em enxertos e estaquias.

Aproveite para conferir a nossa videoaula relacionada ao assunto:

Vitória-régia: exemplo de dicotiledônea basal.

Vitória-régia: exemplo de dicotiledônea basal.

Por: Mariana Araguaia

Artigos relacionados

Briófitas

Clique aqui e aprenda algumas características importantes das briófitas.

Pteridófitas

Plantas que possuem vasos condutores e tecidos, mas não apresentam sementes.

Floema

Clique aqui e aprenda a estrutura e função do floema nos vegetais.

Xilema

O xilema é formado por diferentes tipos de células. Clique aqui e aprenda mais sobre sua função e estrutura.

Era Mesozoica

Clique aqui e descubra que animais e plantas sugiram na Era Mesozoica!

Dupla fecundação nas angiospermas

Retire suas dúvidas a respeito da dupla fecundação nas angiospermas. Clique aqui!

Cactáceas

Amplie seus conhecimentos sobre as cactáceas e compreenda como essas plantas conseguem sobreviver ao ambiente seco.

Dispersão de frutos e sementes

Aprenda um pouco mais a respeito da dispersão de frutos e sementes e entenda por que esse mecanismo é importante para as plantas.

O que define uma planta?

Você sabe o que define uma planta? Clique aqui e conheça as características que permitem classificar um organismo nesse grupo.

Polinizadores

Aprenda mais sobre os agentes polinizadores, elementos bióticos e abióticos que garantem o encontro do grão de pólen com o gameta feminino.

Monocotiledôneas

Aprenda algumas das principais características das monocotiledôneas, um grupo de plantas que apresenta como representantes as orquídeas e a grama.

Grão de pólen

Entenda o que é o grão de pólen e aprenda a importância dessa estrutura para a reprodução das gimnospermas e das angiospermas.

Fruta ou fruto?

Você já se perguntou se um determinado vegetal é uma fruta ou fruto? Esses dois termos geram muita confusão e é fundamental conhecer a diferença. Clique aqui e descubra a diferença entre esses dois termos e conheça alguns importantes exemplos de frutas e frutos bastante comuns no nosso dia a dia.

Eudicotiledôneas

Descubra um pouco mais a respeito das eudicotiledôneas, um grupo de angiospermas que se destaca pela presenta de pólen tricolpado. Neste texto, falaremos brevemente sobre a classificação atual das angiospermas, as principais características das eudicotiledôneas e daremos exemplos de algumas famílias dessas plantas.

Sementes

Aprenda mais a respeito das sementes, estruturas importantes para gimnospermas e angiospermas. Neste texto, falaremos um pouco sobre a estrutura das sementes, sua importância para o vegetal, o processo de dispersão de sementes e frutos e a fase de germinação das sementes.

Gimnospermas

Gimnospermas, Plantas vasculares, Sementes nuas, Ovário, Escamas, Estróbilo, Pinha, Microsporângio, Megasporângio, Grão de pólen, Monóicas, Dióicas, Anemofilia, Haplóides, Zigoto, Araucária, Sequóias, Ginko biloba.

Flor

Conheça um pouco sobre a reprodução de plantas com sementes.

Fruto

Características, importância e classificação dos frutos.