Nomenclatura dos sais de ácidos carboxílicos

A regra de nomenclatura dos sais de ácidos carboxílicos exige o conhecimento dos prefixos, infixos e o nome do elemento metálico presente na fórmula do sal.

A composição química dos sabões apresenta sal de ácido carboxílico
A composição química dos sabões apresenta sal de ácido carboxílico

Entende-se por sal de ácido carboxílico o composto orgânico originado a partir da interação entre um ácido carboxílico e uma base inorgânica, o que resulta sempre em água e em um sal. Basicamente, o hidrogênio (H) da hidroxila (OH) do ácido troca de posição com o metal X da base. Veja a equação química que representa esse processo:

A fórmula de um sal de ácido carboxílico pode ser representada de duas formas diferentes: sem colchete ou com colchete. Veja a representação da fórmula sem colchete:

A representação com colchete sempre é utilizada quando o metal proveniente da base inorgânica apresenta nox igual ou superior a 2. Veja a representação da fórmula com colchete:

Todo sal produzido a partir da reação química descrita acima é chamado de sal de ácido carboxílico, uma vez que o ácido carboxílico é o reagente formador. Para realizar a nomenclatura do sal de ácido carboxílico formado, basta seguir esta regra:

Prefixo do                                       infixo
número de               +            do tipo de ligação       +      oato    +     de     +      nome do elemento X
carbonos                              entre os carbonos

Vamos ver alguns exemplos de aplicação da nomenclatura dos sais de ácidos carboxílicos:

1º) Propanoato de sódio

A estrutura apresenta três carbonos, logo, o prefixo é prop. Como temos apenas ligações simples entre os carbonos, o infixo é o an. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o sódio. Por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é Propanoato de sódio.

2º) But-2-enoato de potássio

A estrutura apresenta quatro carbonos, logo, o prefixo é but. Como temos uma ligação dupla entre os carbonos 2 e 3, o infixo é en, que deve vir precedido do número 2. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o potássio. Por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é But-2-enoato de potássio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3º) Pentanoato de alumínio

A estrutura apresenta cinco carbonos, logo, o prefixo é pent. Como temos apenas ligações simples entre os carbonos, o infixo é o an. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o alumínio. Por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é Pentanoato de alumínio.

4º) Etanoato de magnésio

A estrutura apresenta dois carbonos, logo, o prefixo é et. Como temos apenas ligações simples entre os carbonos, o infixo é o an. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o magnésio. Por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é Etanoato de magnésio.

Existe a possibilidade de o elemento X não pertencer às famílias IA, IIA e IIIA ou não ser a prata ou o zinco. Caso o sal de ácido carboxílico tenha essa característica, temos que utilizar um algarismo romano para indicar o número de oxidação desse elemento, o qual sempre estará representado na fórmula do sal (do lado direito do colchete). Abaixo temos dois exemplos dessa ocorrência

1º) Hexanoato de titânio IV

A estrutura apresenta seis carbonos, logo, o prefixo é prop. Como temos apenas ligações simples entre os carbonos, o infixo é an. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o titânio. Como o titânio faz parte da família IV B, é necessário indicar seu número de oxidação no nome, por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é Hexanoato de titânio IV.

2º) Propanoato de ouro III

A estrutura apresenta três carbonos, logo, o prefixo é prop. Como temos apenas ligações simples entre os carbonos, o infixo é an. Os termos oato e a preposição “de” fazem parte da regra, e o elemento presente no sal é o ouro. Como o ouro faz parte da família IB, é necessário indicar seu número de oxidação no nome, por isso, a nomenclatura do sal de ácido carboxílico acima é Propanoato de ouro III.

Por: Diogo Lopes Dias

Artigos relacionados

Bases

Base é toda substância que, em solução aquosa, sofre dissociação iônica liberando o ânion OH-.

Determinação do Número de Oxidação (Nox)

O Número de Oxidação (Nox) nos ajuda a identificar como os elétrons estão distribuídos em uma reação de oxidorredução.

Reações orgânicas de salificação

Saiba quais são os reagentes e os produtos de uma reação orgânica de salificação e entenda como esse fenômeno químico ocorre.

Sais Orgânicos Derivados de Ácidos Carboxílicos

Os sais orgânicos são originários da substituição do hidrogênio do grupo carboxila de um ácido carboxílico por um cátion de um metal ou amônio.

Ácidos Carboxílicos

Ácidos carboxílicos se caracterizam pela presença do grupo funcional carboxila.