Recursos estilísticos

Os recursos estilísticos são usados, por exemplo, para expressar em sentido figurado ou conotativo.

O uso dos recursos estilísticos amplia a habilidade comunicativa
O uso dos recursos estilísticos amplia a habilidade comunicativa

Os recursos estilísticos são utilizados para expressarmo-nos em sentido figurado ou conotativo.

Observe alguns trechos da música Certas coisas, de Lulu Santos, e verifique os recursos usados pelo cantor:

Certas coisas
Lulu Santos


Não existiria som
Se não houvesse o silêncio

Não haveria luz
Se não fosse a escuridão
A vida é mesmo assim
Dia e noite, não e sim

(...)

Eu te amo calado
Como quem ouve uma sinfonia

De silêncios e de luz
Nós somos medo e desejo
Somos feitos de silêncio e som
Tem certas coisas que eu não sei dizer

Nos versos destacados, o compositor faz uso de dois recursos estilístico, a antítese e a comparação, respectivamente. Ele escolheu a utilização dessas figuras de linguagem por tratar-se de um texto poético e, por isso, necessita de uma linguagem figurada ou conotativa para sua estrutura.

Assim, os recursos estilísticos podem ser divididos em:

Figuras de linguagem

Figuras sonoras

Recursos estilísticos que se utilizam dos sons.

Exemplo:

Toc, toc (para representar batidas na porta – onomatopeia)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Figuras de palavras

Recursos estilísticos que utilizam as mudanças de palavras no enunciado.

Exemplo:

– Prefiro ler Drummond do que Bilac. (uso dos nomes dos autores em vez da obra – metonímia)

Figuras de sintaxe ou de construção

São originadas da mudança na estrutura sintática das frases.

Exemplo:

– João abraçou a namorada, beijou-a carinhosamente. (elipse do sujeito na segunda oração)

Figuras de pensamento

São recursos estilísticos que utilizam o significado das palavras na elaboração do sentido do enunciado, alterando-lhes o aspecto semântico.

Exemplo:

– Há em mim dois sentimentos por aquele homem, amor e ódio. (antítese expressa pela oposição dos sentimentos)


Percebe-se, portanto, que o uso de recursos estilísticos permite uma melhor construção de sentido e possibilita, em determinados gêneros textuais, a expressão de emoções e sentimentos por meio do uso de imagens que não são previstas pelo leitor.

Dessa forma, a compreensão desses e outros recursos da nossa língua amplia nossa habilidade de produção de textos orais e escritos. Bons estudos!

Por: Mariana Rigonatto

Artigos relacionados

A Linguagem Figurada

Um recurso que confere maior expressividade à linguagem

Aliteração

Clique aqui e entenda o que é aliteração, figura de linguagem caraterística por apresentar repetição de consoantes. Veja a diferença entre aliteração e assonância.

Denotação e Conotação

Denotação e Conotação são os sentidos que as palavras podem adquirir, um voltado para a subjetividade, e outro para o sentido original, de acordo com o que retrata o dicionário.

Figuras de Pensamento

Vamos conhecer um pouco mais sobre o que são e quais são as Figuras de Pensamento da Língua Portuguesa?

Figuras de Som

Neste artigo, refletimos sobre os recursos estilísticos da língua associados à reprodução dos sons da realidade: as Figuras de Som. Vamos lá?

Figuras de palavras

Entenda melhor um dos quatro tipos de figuras de linguagem: as figuras de palavras!

Figuras de sintaxe

Por dentro das figuras de linguagem: Clique e aprenda sobre figuras de sintaxe ou de construção!

Metáfora

Saiba o que é uma metáfora e entenda a diferença entre metáfora e comparação. Veja exemplos e resolva os exercícios propostos sobre o tema.

Uso das reticências como recurso estilístico

Conheça mais sobre o uso das reticências, uma vez que este pode se restringir ao caráter estilístico! É só clicar e conferir!

Zeugma

Aprenda mais sobre zeugma e seu efeito no enunciado. Entenda a diferença entre zeugma e elipse. Resolva os exercícios propostos sobre o tema.