Primeiro Triunvirato

O Primeiro Triunvirato foi a aliança entre Júlio César, Crasso e Pompeu e reforçou o poder dos generais sobre a república romana. Cada um dos integrantes do triunvirato obteve uma província romana:

  • Júlio César dominou a Gália;

  • Crasso liderou a Síria;

  • Pompeu comandou a Península Ibérica.

Os senadores tiveram seus poderes reduzidos e as alianças entre generais reforçaram a importância militar na política republicana da Roma Antiga. Apesar de, no início, o poder dos três triunviratos estarem em equilíbrio, não tardou para que os conflitos de interesses de cada um provocassem uma guerra civil.

Leia também: Monarquia romana – primeira fase da história de Roma

Júlio César propôs o Primeiro Triunvirato para Crasso e Pompeu, na tentativa de obter poder político.
Júlio César propôs o Primeiro Triunvirato para Crasso e Pompeu, na tentativa de obter poder político.

Contexto histórico do Primeiro Triunvirato

Por volta do século I a.C., o poder de Roma estendia-se da Península Ibérica até o Oriente Médio, passando pelo norte da África. O chamado mundo antigo estava sob o domínio romano. As conquistas territoriais deram-se por causa das vitórias do exército de Roma no combate aos inimigos. Por isso, os generais tornaram-se respeitados entre seus subalternos e aclamados em Roma. As riquezas e os escravos obtidos nas guerras agradavam a população e incomodavam os senadores, que temiam pelo destino da república.

Objetivo do Primeiro Triunvirato

Em 70 a.C., Crasso e Pompeu foram eleitos cônsules e resgataram o Tribunal da Plebe bem como a divisão equânime dos tribunais entre aristocratas, plebeus e militares. Júlio César e suas tropas ampliaram o domínio romano na Gália, dando-lhe forças políticas para também participar e beneficiar-se da política romana.

O poder dos senadores estava em segundo plano. Crasso e Pompeu não se entendiam por conta dos interesses de cada um. Temendo um rompimento entre os dois e reconhecendo uma oportunidade para adentrar na elite política de Roma, Júlio César reuniu-se com os dois cônsules para discutir a possibilidade da união entre os três.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como foi formado o Primeiro Triunvirato?

Em 60 a.C., surgiu o Primeiro Triunvirato — Júlio César, Crasso e Pompeu aumentavam então o domínio militar sobre a república romana. Cada triunvirato dominava uma província romana. César ficou com a Gália, Crasso dominou a Síria, e Pompeu ficou com a Península Ibérica. Crasso aceitou a aliança, mas Pompeu estava desconfiado das intenções de César. Como prova da lealdade, este ofereceu sua filha, Júlia, como sinal da aliança.

Quem formou o Primeiro Triunvirato?

Júlio César foi nomeado cônsul e foi o interlocutor entre Crasso e Pompeu e o Senado, pois o primeiro era popular, mas detestado pelos senadores, e o segundo era rico, mas não tinha influência política. César conseguia convencer o Senado a aprovar as questões de interesses dos três.

Em 53 a.C., Crasso foi morto no Oriente durante a guerra contra os partas, na Batalha de Carras. No mesmo período, morreu Júlia, a filha que Júlio César ofereceu a Pompeu. Não tendo mais nada que os unisse, e ambos objetivando o poder total de Roma, o triunvirato acabou e os exércitos de Pompeu e César entraram em guerra.

Veja também: Segundo Triunvirato – nova aliança surgida após a morte de Júlio César

Resumo sobre o Primeiro Triunvirato

  • Primeiro Triunvirato foi a aliança política entre Júlio César, Crasso e Pompeu, o que reforçou o poder militar sobre Roma.

  • Com as mortes de Júlia, filha de Júlio César e esposa de Pompeu, e de Crasso, em combate no Oriente, a aliança foi rompida e o Primeiro Triunvirato acabou. Roma esteve em guerra civil, com o exército de Júlio César contra o de Pompeu.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Assinale a alternativa que corretamente aponta os integrantes do Primeiro Triunvirato:

A) Júlio César, Otávio Augusto e Constantino.

B) Crasso, Otávio Augusto e Júlio César.

C) Constantino, Lépido e Pompeu.

D) Júlio César, Crasso e Pompeu

Resolução

Alternativa D. O Primeiro Triunvirato marcou a força do poder militar sobre a república romana. Júlio César, Crasso e Pompeu uniram forças para ditar os rumos da cidade e das suas inúmeras províncias.

Questão 2 – Qual foi o destino do Primeiro Triunvirato?

A) Júlio César assassinou Crasso e Pompeu, sendo coroado rei pelo Senado.

B) Pompeu dividiu o império em duas partes para enfraquecer os poderes de César e de Crasso.

C) As mortes de Júlia, filha de César, e de Crasso romperam os laços que uniam César e Pompeu.

D) O Senado convocou seu exército e derrotou o triunvirato.

Resolução

Alternativa C. O que unia os três triunviratos eram as alianças entres eles, além da filha de Júlio César, que foi oferecida a Pompeu, com quem se casou. Sem esses dois fatores, acabaram-se os laços que uniam César e Pompeu, e os dois começaram uma guerra civil pelo poder de Roma.

Por: Carlos César Higa

Artigos relacionados

Crise do Império Romano

Saiba mais a respeito da crise do Império Romano, que resultou na sua fragmentação a partir de 476 d.C.

Legado Romano

Clique aqui e confira a grande importância do legado romano!

Monarquia Romana

Conheça a história do período inicial da cidade de Roma, a partir de sua fundação e da implantação de uma monarquia.

O Império Romano

Tanto as províncias quanto os povos conquistados passaram a pagar tributos ao Império Romano.

Pax Romana

Conheça mais sobre a Pax Romana, conjunto de medidas político-administrativas implantado por Roma nos territórios dominados.