Massas de Ar

As massas de ar são um dos principais fatores que influenciam o clima das regiões.

As massas de ar movimentam-se conforme as variações de pressão na atmosfera
As massas de ar movimentam-se conforme as variações de pressão na atmosfera

Sabemos que o ar da atmosfera não é homogêneo, ou seja, as suas características, como temperatura, umidade e pressão, não são iguais em todo o globo terrestre. No entanto, existe certa “organização” desse ar, que forma agrupamentos em uma dada região que conservam as mesmas características. Para esses agrupamentos, dá-se o nome de massas de ar.

As características das massas de ar estão diretamente relacionadas às suas regiões de origem. Dessa forma, se uma dessas massas surge em uma região fria e úmida, ela será igualmente fria e úmida. Sua movimentação seguirá as ordens atmosféricas, sempre se deslocando das faixas de alta pressão para as de baixa pressão.

Sendo assim, classificam-se as massas de ar em três tipos principais: equatoriais, tropicais e polares. Essas massas serão respectivamente subdivididas em continentais (que se formam nos continentes) e oceânicas (que se formam sobre os oceanos).

Esquema da distribuição das massas de ar pelo mundo
Esquema da distribuição das massas de ar pelo mundo

As Massas Equatoriais, como o nome indica, são aquelas que se formam nas regiões localizadas próximas à Linha do Equador (portanto, em latitudes baixas). Essas regiões recebem uma maior incidência dos raios solares e, por isso, as massas de ar nelas geradas são sempre muito quentes. Apresentam um relativo grau de umidade, que é maior nas massas oceânicas e menor nas massas continentais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No entanto, essa regra não é absoluta. A região da Amazônia, apesar de ser continental, produz massas bastante úmidas em função da evapotranspiração da Floresta Amazônica.

As Massas tropicais formam-se nas regiões localizadas entre os polos e o Equador (latitudes médias). Em zonas oceânicas, apresentam acentuados índices de umidade, que se deslocam para o equador e provocam elevados índices de chuvas. Em zonas continentais, apresentam baixo índice de umidade e baixa pressão.

As Massas polares originam-se nas regiões mais próximas aos polos (latitudes altas). Por isso, são muito frias, úmidas e de elevada pressão. Além disso, elas são as grandes responsáveis pelo rigor dos invernos em regiões tropicais.

 

Aproveite para conferir nossa videoaula sobre o assunto:

Por: Rodolfo F. Alves Pena

Artigos relacionados

Baixa Umidade do Ar

Baixa Umidade do Ar, os problemas gerados pela baixa umidade do ar, como prevenir e amenizar problemas gerados pela baixa umidade do ar, a definição de umidade baixa do ar.

Circulação Atmosférica

Compreenda como funciona a circulação atmosférica e quais as consequências desse processo.

Clima

Compreenda o que é o clima, quais são as suas dinâmicas e os seus principais fatores e elementos determinantes.

Como se forma a neblina?

Entenda o que é e como se forma a neblina, um fenômeno natural frequente nas manhãs e nos períodos mais frios do ano.

Elementos Atmosféricos

Os principais tipos de elementos atmosféricos e suas características.

Fatores que influenciam o clima

Conheça os fatores que influenciam a dinâmica do clima e suas principais características.

Frentes de ar

Entenda o que são, como se formam e os principais tipos de frentes de ar, fenômenos de extrema importância para o estudo do tempo e do clima.

Produção de umidade na Amazônia

Entenda a importância da umidade na Amazônia e como ocorre a sua liberação e dispersão para o interior do território brasileiro.

Umidade do ar e o clima

Entenda o que é a umidade do ar, qual é o seu papel sobre o clima e a diferença entre umidade absoluta e umidade relativa do ar.