Transporte ativo

O transporte ativo é um processo em que as substâncias são levadas contra o gradiente de concentração e há gasto de energia pela célula.

Sabemos que a membrana plasmática permite a passagem de apenas algumas substâncias e impede a entrada de outras. Graças a essa característica, dizemos que ela apresenta permeabilidade seletiva.

Algumas substâncias entram e saem da célula sem nenhum gasto de energia, por isso dizemos que elas sofrem um transporte passivo. Outras, entretanto, devem ser bombeadas para dentro ou para fora, gastando energia nesse processo. Temos aí um transporte ativo, que, diferentemente do passivo, ocorre contra um gradiente de concentração. Um dos principais exemplos desse tipo de transporte é a chamada bomba de sódio e potássio.

No interior das células do nosso corpo, há uma concentração maior de íons potássio (K+) em relação ao meio extracelular. Este, por sua vez, apresenta uma maior concentração de íons sódio (Na+) que o interior das células.

Essa diferença na concentração de sódio e potássio no meio intra e extracelular é fundamental para garantir o metabolismo celular. A importância do potássio no interior das células está relacionada com o fato de que ele participa de processos como a síntese de proteínas e com a respiração celular.

Como esses íons conseguem passar pela membrana plasmática por difusão, é necessário que algum mecanismo evite que as concentrações igualem-se. Isso é feito através da chamada bomba de sódio e potássio, um processo em que há perda de energia.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Proteínas existentes na membrana plasmática da célula fazem o papel de bomba nesse processo. Essas proteínas capturam o sódio que está no interior da célula e bombeiam-no para fora. Elas também capturam o potássio extracelular e transportam-no para o interior da célula. Dessa forma, há a retirada de três íons de sódio do interior da célula e o transporte de dois íons de potássio em cada ciclo de atividade.

Para garantir esse transporte, as proteínas necessitam de energia, que é fornecida pelas moléculas de ATP (adenosina trifosfato) encontradas no citoplasma da célula. O ATP, que é produzido no processo de respiração celular, é transformado em ADP (adenosina difosfato) após o fornecimento de energia.

A bomba de sódio e potássio é um tipo de transporte de substâncias que está ligado diretamente aos processos de contração muscular e à condução de impulsos nervosos.

Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Observe o transporte dos íons sódio e potássio através de proteínas especializadas

Observe o transporte dos íons sódio e potássio através de proteínas especializadas

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

A membrana plasmática

Estudo da composição e função da membrana plasmática.

Propagação do impulso nervoso

Compreenda a definição de impulso nervoso e como ele é propagado pelo nosso corpo.

Transporte passivo

Transporte passivo: o transporte de substâncias para dentro e para fora da célula sem gasto de energia.