Cinco dúvidas linguísticas

Algumas dúvidas linguísticas são bastante recorrentes no dia a dia dos usuários da língua portuguesa. Conhecer suas respostas pode evitar vários deslizes gramaticais na escrita.

Mas ou mais? Mau ou mal? Sobre ou sob? Essas perguntas são muito frequentes entre os falantes da língua portuguesa
Mas ou mais? Mau ou mal? Sobre ou sob? Essas perguntas são muito frequentes entre os falantes da língua portuguesa

   A língua portuguesa é conhecida por sua complexidade. Falar é fácil, mas na hora de escrever... Eis que surgem todas as dúvidas, afinal de contas, existe uma diferença considerável entre a linguagem falada e a linguagem escrita, mas esse é um tema para outra oportunidade. Para ajudá-lo(a) a sanar algumas dúvidas linguísticas, o Alunos Online reuniu cinco dicas de português que vão melhorar a sua relação com esse nosso idioma tão rico em regras e exceções. Vamos lá? Boa leitura e bons estudos!

Cinco dúvidas linguísticas

1ª dúvida: Mas ou mais?

As duas palavras existem, contudo, devem ser empregadas em situações específicas. Mas é uma conjunção adversativa e deve ser empregada quando a intenção for conferir sentido de oposição. Mais é um advérbio de intensidade e deve ser utilizado para enfatizar uma ideia. Confira os exemplos:

 Ela não queria viajar a trabalho, mas não havia outra alternativa.
Eles eram os alunos mais indisciplinados da escola.

2ª dúvida: Através de ou por meio de?

As duas expressões existem e não representam um caso de sinonímia. Isso quer dizer que existem situações específicas de uso para cada uma delas, o que pode evitar o indesejado efeito da ambiguidade. Através é um advérbio e significa “aquilo que passa de modo transversal”, “que se pode atravessar”. A locução através de, portanto, deve ser ligada à ideia de movimento físico. Já a locução por meio de significa “por intermédio de” e está relacionada à ideia de instrumento. Observe os exemplos:

 O casal se conheceu por meio de amigos em comum.
Ele enxergou a rua através da janela do carro.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3ª dúvida: Companhia ou compania?

Esqueça a segunda opção. A palavra “compania” não existe, é apenas a transcrição da maneira como pronunciamos a palavra companhia. Embora a maioria das pessoas não pronuncie o -nh em companhia, na escrita esse vocábulo permanece intacto, bem como em todos os vocábulos dele derivados. Confira:

A sua companhia é muito agradável!
As crianças foram ao zoológico acompanhadas dos pais.
Eles foram companheiros durante trinta anos.

4ª dúvida: Sobre ou sob?

A preposição sobre significa “algo que está por cima”, “em posição superior”. Já a preposição sob apresenta significado contrário, devendo ser empregada quando a intenção for a de indicar “algo que está debaixo”, ou seja, em posição de inferioridade em relação a alguma coisa ou alguém. Veja os exemplos:

Ele deixou as correspondências sobre a mesa.
Carolina deixou os sapatos sob a mesa.

5ª dúvida: Mau ou mal?

Lembre-se sempre: mau é o contrário de bom, enquanto mal é o contrário de bem. A palavra mal é empregada, na maioria das vezes, como um advérbio, embora também possa ser uma conjunção ou um substantivo comum. Já a palavra mau é um adjetivo, utilizado para qualificar um nome. Observe os exemplos:

O engenheiro fez um projeto mal feito para a casa.
Fernando foi um mau aluno na faculdade.

Por: Luana Castro Alves Perez

Artigos relacionados

Cinco erros de português mais cometidos por redatores

Dicas de português: Clique e conheça os cinco erros de português mais cometidos por redatores!

Dúvidas gramaticais recorrentes

Algumas dúvidas gramaticais recorrentes tendem a se manifestar no cotidiano de muitos usuários da língua. Caso você as tenha, não deixe de clicar e conferir!

Falsos sinônimos

Afinal, o que são os falsos sinônimos? Clique e aprenda a diferenciar algumas palavras e expressões que parecem iguais, mas não são!

Tão pouco ou tampouco?

Dica gramatical: afinal, qual forma está correta, tão pouco ou tampouco? Clique e confira a resposta para essa pergunta!

Vim ou vir?

Entenda melhor a diferença no uso das formas verbais “vim” e “vir”, aprendendo quando se trata de uma conjugação do verbo “vir” ou do verbo “ver” com exemplos.

Vinte dicas necessárias à competência linguística

Amplie ainda mais sua competência linguística, clicando e conferindo vinte dicas necessárias a tal habilidade!