<

Setor terciário no Brasil

O crescimento do setor terciário no Brasil ocorreu a partir da segunda metade do século XX e relaciona-se com a modernização produtiva do país nesse período.

Atividades ligadas ao setor terciário vêm crescendo no Brasil
Atividades ligadas ao setor terciário vêm crescendo no Brasil

Na classificação da estrutura econômica, dividem-se as atividades em três principais setores: o primário (produção de matérias-primas), o secundário (atividade industrial, fontes de energia e transportes) e o terciário (comércio e serviços). Esse último setor vem ganhando cada vez mais atenção, haja vista que é o que mais cresce tanto na produção de riquezas quanto na geração de empregos.

O setor terciário no Brasil não foge a essa regra e, desde a segunda metade do século XX, vem apresentando uma acelerada expansão, totalizando atualmente a maior parte da produção econômica do país. Na década de 1950, esse setor totalizava pouco menos de 50% do PIB (Produto Interno Bruto) e menos de 30% do total de empregos. Atualmente, esses números elevaram-se, respectivamente, para 75% e 68,5%.

O que explica esse crescimento do setor terciário no Brasil?

A expansão do setor de serviços, como já mencionamos, é uma tendência mundial, que está relacionada principalmente com o crescimento das cidades, das populações e da renda, o que aumenta a demanda para a atividade comercial e também para a prestação de serviços. Além disso, a mecanização e robotização cada vez maiores da agricultura e da indústria transferem e concentram a mão de obra para esse setor.

No caso brasileiro, curiosamente, o crescimento do setor terciário está diretamente relacionado com o crescimento do setor secundário, pois a industrialização, além de demandar uma correspondente oferta de serviços e atividades comerciais, também intensifica o processo de urbanização. E é nas áreas urbanas que as atividades relacionadas com o setor de serviços no Brasil concentram-se.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essa correlação é tão explícita que o setor terciário no Brasil concentra-se exatamente nas áreas onde a industrialização concentrou-se historicamente: os grandes eixos populacionais da região Sudeste, sobretudo Rio de Janeiro e São Paulo. Ao mesmo tempo, à medida que se deslocam as indústrias e crescem as cidades médias e metrópoles regionais, cresce também o setor terciário nessas localidades.

Anteriormente, o setor terciário era tido como um setor improdutivo ou com baixas perspectivas de crescimento e geração de oportunidades na área profissional, o que se mostra totalmente diferente hoje. Esse crescimento é chamado de terciarização da economia, algo cada vez mais difundido no Brasil e no mundo, graças, principalmente, à consolidação do processo de globalização e às suas demandas.

É importante, por fim, que não se confunda os termos “terciarização” e “terceirização”. O primeiro representa o crescimento do setor terciário, ao passo que o segundo designa a transferência de serviços e mão de obra de uma empresa para outra, geralmente por contratação.

Por: Rodolfo F. Alves Pena

Artigos relacionados

Dinâmica dos setores da economia

Conheça os três setores da economia e suas dinâmicas nas várias economias do mundo.

Industrialização do Brasil

Características geográficas da industrialização do Brasil.

Setor primário da economia

As principais características e exemplos de atividades econômicas ligadas ao setor primário.

Setor secundário da economia

Confira algumas informações sobre o setor secundário da economia e fique por dentro do funcionamento das atividades industriais e sua relação com o espaço e a sociedade.

Setor terciário

Entenda o que é e como se estrutura o setor terciário, o campo que mais gera empregos no estágio atual de desenvolvimento das sociedades.