Teoria endossimbiótica

A teoria endossimbiótica explica como surgiram os cloroplastos e as mitocôndrias na célula eucariótica.

A mitocôndria é uma organela encontrada em todas as células eucarióticas e relaciona-se com a respiração celular
A mitocôndria é uma organela encontrada em todas as células eucarióticas e relaciona-se com a respiração celular

A teoria endossimbiótica é utilizada para explicar a origem das mitocôndrias e cloroplastos nas células eucarióticas. Essa teoria foi proposta em 1981, por Lynn Margulis, em um livro chamado Symbiosis in Cell Evolytion.

O que diz a teoria endossimbiótica?

A teoria endossimbiótica afirma que mitocôndrias e cloroplastos são organelas que se originaram a partir da interação de um organismo procarionte com um organismo eucarionte. Essa interação provocou uma associação simbiótica estável, ou seja, uma interação em que todos os envolvidos são beneficiados com o processo.

Acredita-se que um organismo eucarionte englobou uma partícula procarionte autotrófica. A partir disso, eles iniciaram uma relação de cooperação, e um organismo passou a viver no interior do outro (endossimbiose). Com o tempo, essa relação tornou-se tão importante que os organismos não poderiam mais viver de forma isolada.

Provavelmente o organismo procarionte autotrófico beneficiou a célula hospedeira garantindo processos como a respiração celular, no caso da mitocôndria, e a fotossíntese, no caso dos cloroplastos. Já a célula hospedeira garantia proteção e nutrientes às novas organelas celulares.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais evidências sustentam essa teoria?

Muitas evidências sustentam a teoria de que os cloroplastos e mitocôndrias surgiram de uma interação endossimbiótica. Entre os principais pontos, podemos citar:

  • A presença de uma dupla membrana envolvendo mitocôndrias e cloroplastos. Essa dupla membrana, provavelmente, é resultado da membrana que já pertencia ao organismo procarionte, somada à membrana do organismo eucarionte que realizou o processo de englobamento (fagocitose);

  • Mitocôndrias e cloroplastos apresentam tamanhos semelhantes aos das bactérias;

  • A presença de proteínas muito similares àquelas encontradas em procariontes;

  • Cloroplastos e mitocôndrias possuem DNA próprio. Esse DNA difere-se daquele existente no núcleo celular e assemelha-se às moléculas de DNA encontradas em bactérias;

  • Possuem capacidade de autoduplicação;

  • Tanto mitocôndrias quanto cloroplastos apresentam ribossomos próprios.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Célula animal

Conheça mais sobre a célula animal, aprenda suas estruturas e funções. Entenda também o que diferencia essa célula da célula presente em plantas e algas.

Células vegetais

Aprenda mais sobre as células vegetais aqui! Neste texto conheceremos as características desse tipo celular e o que o diferencia da célula animal.

Fotossíntese

Fotossíntese, Matéria inorgânica, Água, Gás carbônico, Matéria orgânica, Glicose, Oxigênio, Organismos clorofilados, Bioquímica, Radiação solar, Energia luminosa, Ligações químicas, Evolução, Respiração aeróbia, Níveis tróficos.

Mitocôndria

Saiba mais sobre a mitocôndria, organela que fornece energia para as células realizarem suas atividades metabólicas.

Os cloroplastos

Os cloroplastos são organelas responsáveis pelo processo fotossintético.

Respiração celular

Compreenda o que é a respiração celular, processo em que a célula produz energia a partir da glicose e na presença de oxigênio, e conheça suas principais etapas!