Muda ou ecdise

O processo de muda ou ecdise garante o crescimento do artrópode, pois este possui um exoesqueleto que impede o crescimento de forma contínua.

A muda ou ecdise garante o crescimento do corpo do artrópode
A muda ou ecdise garante o crescimento do corpo do artrópode

Muda ou ecdise é o processo em que artrópodes trocam seu exosqueleto quitinoso para que o crescimento possa ocorrer. Essa muda é uma característica desse filo e diferencia-os de todos os outros animais em relação ao crescimento do corpo, uma vez que em outros grupos o crescimento é contínuo e gradual.

O que é exoesqueleto?

Antes de entender o que é muda, precisamos compreender o que é exoesqueleto quitinoso. Essa estrutura leve, mas resistente, reveste o corpo do animal, ajudando na defesa e também controlando a perda de água. Ele é denominado de quitinoso porque é constituído basicamente por quitina, um tipo de polissacarídeo.

O exoesqueleto pode ser fino, como nas larvas e insetos, ou bem rígido, como o encontrado em caranguejos. Apesar de, na maioria das vezes, serem rígidos, eles permitem a locomoção do animal. Isso é possível porque o exoesqueleto é formado por placas, característica que permite a movimentação nos locais de encontro.

O processo de muda ou ecdise

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A muda ou ecdise garante o crescimento do artrópode. Apesar de o exoesqueleto ser uma característica que aumenta a proteção do animal, ela não é uma boa alternativa quando o assunto é o aumento de tamanho.

Como o exoesqueleto limita o crescimento, o artrópode realiza trocas periódicas dessa estrutura, sendo esse processo chamado de muda. Na muda, o exoesqueleto antigo é eliminado por intermédio da ação de enzimas que ajudam a destacá-lo. Enquanto isso, um novo exoesqueleto é sintetizado logo embaixo do antigo. Nesse momento, o animal apresenta dois exoesqueletos, o novo e o antigo.

O exoesqueleto antigo inicia, então, seu rompimento por meio de uma rachadura que permite a saída do artrópode. Ao sair, o artrópode permanece com o seu novo exoesqueleto, que ainda é muito flexível e permite o crescimento do animal nesse período. Dependendo da espécie, após algumas horas, o exoesqueleto endurece e finaliza-se o crescimento. Para crescer novamente, o artrópode precisa realizar outra muda.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Animais diplópodes e quilópodes

Conheça mais sobre a fisiologia e demais características dos animais diplópodes e quilópodes.

Aracnídeos

Amplie seus conhecimentos a respeito dos aracnídeos, um grupo de animais responsável por diversos acidentes aos humanos.

Artrópodes

Conheça as características e quais são os animais que fazem parte do filo dos artrópodes.

Classificação dos artrópodes

Entenda a classificação dos artrópodes e conheça as principais características desse importante grupo de invertebrados.

Crustáceos

Conheça mais sobre a anatomia, fisiologia e hábitos de vida dos crustáceos!

Importância dos insetos

Descubra a importância dos insetos para a humanidade e para os ecossistemas por intermédio deste texto!

Insetos (Classe Insecta)

Grupo que abriga o maior número de espécies dentro do Filo Arthropoda.