Função conativa

A função conativa, também conhecida como função apelativa, tem como objetivo persuadir o receptor a respeito de um determinado assunto.

Diversos anúncios publicitários na Times Square, em Nova York.
As propagandas utilizam a função conativa a fim de convencer o seu receptor sobre uma ideia ou produto. [1]

A função conativa ou apelativa é uma das funções da linguagem e se caracteriza como um elemento usado com o objetivo de persuadir ou fazer um apelo ao receptor da mensagem. Para isso, recursos essenciais são usados, como vocativos e verbos em segunda ou terceira pessoa do singular ou do plural. A persuasão é muito comum em textos publicitários, mas não somente nestes. É possível encontrarmos a função conativa em sermões, discursos políticos ou até mesmo em horóscopos.

Saiba mais: Figuras de linguagem — as palavras e expressões que se distanciam da linguagem denotativa

Videoaula sobre função conativa

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é função conativa?

A função conativa ou apelativa é um recurso da linguagem usado no intuito de convencer alguém sobre uma determinada ideia. Ela é conhecida por utilizar elementos de persuasão para induzir o seu interlocutor a tomar certa decisão sobre algo.

Assim, a função conativa tem como principal direcionamento o receptor da mensagem. Suas atenções estão voltadas para aquele que vai receber a mensagem, e convencê-lo é seu objetivo principal.

Características da função conativa

Como a função conativa tem como objetivo persuadir o receptor, dentre suas principais características podemos destacar:

  • uso da segunda ou terceira pessoa do singular ou plural;

  • uso de vocativo e verbos no imperativo;

  • uso de recursos imagéticos para causar impacto no receptor.

Exemplos de função conativa

É comum a presença da função apelativa em anúncios publicitários, sermões, discursos políticos, horóscopos etc. Vejamos alguns exemplos a seguir.

  • Exemplo 1

Anúncio publicitário do estado de Pernambuco a respeito da prevenção da dengue.

A propaganda acima, veiculada pelo estado do Pernambuco, é um exemplo do uso de linguagem conativa. Nela, o receptor é convocado a atuar de forma direta no combate à dengue. Para isso, a propaganda usa recursos imagéticos (a imagem de cabeça para baixo sugerindo que as garrafas devem esvaziadas), além de verbos no imperativo (“vire” e “evite”).

  • Exemplo 2

Horóscopo — Leão

É preciso estar atento aos sinais de mudança no âmbito amoroso. Permita que você conheça pessoas novas e esteja aberto ao que os outros podem te oferecer. A felicidade e o próximo amor, que pode ser para a vida toda, podem estar logo ali. No entanto, atenção com o mau-olhado. Seu Sol brilha, e o seu brilho ofusca os demais, gerando inveja. Esteja sempre atento.

Com foco estritamente direcionado ao seu receptor, o horóscopo acima utiliza expressões de direcionamento de ações, como “esteja aberto” e “permita”, no intuito de convencer o seu público a agir conforme as informações oferecidas.

Funções da linguagem

Além da função conativa, existem outras cinco funções da linguagem. São elas:

  • Função emotiva ou expressiva: é marcada por elementos subjetivos que destacam as emoções daquele que enuncia, tendo assim destaque no emissor.

  • Função poética: é focada na mensagem em si, isto é, em sua sonoridade, em seu ritmo e nos demais elementos estéticos que compõem a linguagem.

  • Função referencial ou denotativa: tem como foco o referente da mensagem, a fim de oferecer informações precisas sobre o tema.

  • Função fática: possui como foco o próprio canal de comunicação. Ela é utilizada no processo de interação entre emissor e receptor.

  • Função metalinguística: é focada no próprio código. Em outras palavras, é quando a linguagem fala de si mesma.

Saiba também: Funções da linguagem no Enem — como são cobradas?

Exercícios resolvidos sobre função conativa

Questão 1

(Enem Digital 2020)

Anúncio publicitário sobre as eleições para prefeito e vereadores.

De acordo com as intenções comunicativas e os recursos linguísticos que se destacam, determinadas funções são atribuídas à linguagem. A função que predomina nesse texto é a conativa, uma vez que ele

A) atua sobre o interlocutor, procurando convencê-lo a realizar sua escolha de maneira consciente.

B) coloca em evidência o canal de comunicação pelo uso das palavras “corrige” e “confirma”.

C) privilegia o texto verbal, de base informativa, em detrimento do texto não verbal.

D) usa a imagem como único recurso para interagir com o público a que se destina.

E) evidencia as emoções do enunciador ao usar a imagem de uma criança.

Resolução:

Alternativa A

O anúncio publicitário utiliza elementos que condizem com a função conativa. São sinais disso o foco na segunda pessoa e o uso de verbos no imperativo.

Questão 2

(Enem 2010)

Anúncio publicitário que evidencia ao público as excelentes condições de pagamento que o estabelecimento oferece.

Campanha publicitária de loja de eletroeletrônicos. Revista Época, n. 424, 3 jul. 2006.

Ao circularem socialmente, os textos realizam-se como práticas de linguagem, assumindo funções específicas, formais e de conteúdo. Considerando o contexto em que circula o texto publicitário, seu objetivo básico é

A) influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo.

B) definir regras de comportamento social pautadas no combate ao consumismo exagerado.

C) defender a importância do conhecimento de informática pela população de baixo poder aquisitivo.

D) facilitar o uso de equipamentos de informática pelas classes sociais economicamente desfavorecidas.

E) questionar o fato de o homem ser mais inteligente que a máquina, mesmo a mais moderna.

Resolução:

Alternativa A

A sentença acima utiliza os seguintes verbos no imperativo: “mostre” e “guarde”. Por se tratar de um texto publicitário, o recurso utilizado tem como principal função “influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo”.

Crédito de imagem

[1] Allen.G / Shutterstock

Por: Rafael Camargo de Oliveira

Artigos relacionados

Função emotiva da linguagem

Aprenda mais sobre linguagem e comunicação! Saiba o que é a função emotiva da linguagem.

Função fática da linguagem

Você sabe qual é o papel da função fática da linguagem? Leia e descubra!

Função poética

Aprenda mais sobre a função poética e suas características. Entenda como essa função da linguagem afeta a nossa interpretação, e veja exemplos.

Função referencial

As funções da linguagem estão presentes em diversas situações comunicativas. Saiba mais sobre a função referencial da linguagem!

Funções da linguagem no Enem

Revise o que são e quais são as funções da linguagem e veja de que forma elas são cobradas no Enem. Resolva também exercícios de edições anteriores do exame.

Funções de Linguagem

Em apenas um clique, atenha-se aos traços que as demarcam!