Iluminismo

O iluminismo se opunha ao absolutismo monárquico, ao mercantilismo, e ao poder da igreja. Defendia a fé em detrimento da razão.

No século XVIII, um grupo de intelectuais, os iluministas, se organizou a fim de lutar por liberdade econômica e intelectual, e para pôr fim ao Antigo Regime que vigorava na Europa. Ao longo do século XVI, a classe burguesa se desenvolveu, em consequência do desenvolvimento do comércio e das explorações das colônias. Mas a intromissão estatal cerceava a liberdade econômica, gerando um acúmulo de riquezas nas mãos do Estado e a exploração do trabalhador. Os iluministas se opunham ao absolutismo monárquico, ao mercantilismo e ao poder da Igreja, que defendia a fé em detrimento da razão.

O Iluminismo, ou “Século das Luzes”, teve seu apogeu no século XVIII, mas as teorias que lhe inspiraram surgiram no século anterior, nas reflexões de intelectuais, entre eles, Descartes. René Descartes (1596 – 1650) acreditava que para se chegar a uma verdade, todas as teorias deveriam ser questionadas. Racionalista, Descartes, considerado o fundador da filosofia moderna, afirmava que para se chegar à verdade era preciso, primeiramente, partir de axiomas (verdades inquestionáveis), para depois se chegar ao objetivo, através da dedução matemática.

Outro pensador iluminista que se destacou foi o inglês John Locke (1632 – 1704). Considerado o pai do liberalismo político, Locke defendia que o homem nasce com certos direitos naturais, como a vida, a liberdade, a propriedade privada e a resistência contra governos ditatoriais. Discordou de Descartes quanto à doutrina das ideias inatas: para Locke, as ideias são oriundas das sensações e da própria mente. Descartes defendia que o homem vem ao mundo sem nenhuma ideia preconcebida.

A maior contribuição iluminista, a enciclopédia, partiu de dois pensadores: Denis Diderot (1713 – 1784) e Jean D’Alembert (1717 – 1783). Resumiram os principais conhecimentos da época, oriundos do pensamento de vários autores, e organizaram uma publicação em 33 volumes. Esta obra exerceu grande influência sobre o pensamento político da Europa e, mais tarde, no mundo todo.
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por: Demercino José Silva Júnior

Artigos de Iluminismo

A internet do século XVIII

Os enciclopedistas defenderam o papel de acesso livre à informação que a internet busca hoje cumprir.

A teoria keynesiana

Você sabe o que foi a teoria keynesiana? Clique aqui e descubra!

Despotismo esclarecido

Saiba como as ideias iluministas influenciaram o despotismo esclarecido, que promoveu reformas estruturais, modernização e racionalização em alguns Estados.

Holanda e o início do iluminismo

Saiba por que a Holanda é considerada o local em que o iluminismo teve início, no século XVII.

Liberalismo

Confira aqui o surgimento do liberalismo e quais são os seus princípios fundamentais.

Mulheres e as ideias iluministas

Saiba mais sobre as mulheres e as ideias iluministas, como os filósofos iluministas degradavam a figura feminina e como não aceitavam mulheres nos salons intelectuais de Paris.

Precursores do iluminismo

Saiba por que o movimento iluminista ganhou força na Holanda, no século XVII, e conheça mais sobre Descartes, Locke e Newton, considerados os precursores do iluminismo.

Razão iluminista

Saiba como os pensadores do século XVIII priorizaram a busca da razão iluminista, do progresso da ciência, da liberdade política e comercial.