Barão Vermelho

Barão Vermelho era a alcunha que fora lançada ao aristocrata e piloto de caças da Alemanha durante a Primeira Guerra Mundial, Manfred von Richthofen.

Manfred von Richthofen, conhecido como o Barão Vermelho, é considerado o maior combatente aéreo da história alemã
Manfred von Richthofen, conhecido como o Barão Vermelho, é considerado o maior combatente aéreo da história alemã

Um dos personagens mais emblemáticos da Primeira Guerra Mundial foi Manfred von Richthofen (1891-1918), conhecido como Barão Vermelho. A família von Richthofen, que possuía elevada posição aristocrática na Alemanha, foi uma das que mais produziram combatentes de guerra. Manfred, apesar de ter morrido jovem, aos 26 anos, foi o membro da família que conseguiu maior popularidade.

Assim como os milhares de jovens aristocratas que habitavam o Segundo Reich alemão, Manfred von Richthofen foi enviado para a escola de cadetes imperiais ainda com dez anos de idade. Sua formação militar encaminhou-o para a função de oficial de cavalaria. A vida de oficial do Império garantia a Richthofen também a prática de outras atividades que lhe interessavam, com a caça, que, em dada medida, definiria a sua intuição nas zonas de combate aéreo.

Quando começou a Primeira Guerra, Richthofen pediu transferência para as forças aéreas imperiais. Começou a carreira fazendo voo de reconhecimento e pilotando bombardeiros. Ainda em 1915, Manfred deixou os voos de reconhecimento e deu início à sua formação como piloto de caça. O primeiro modelo de avião que começou a pilotar como combatente foi um Albatroz C. III, com o qual deu início às suas obsessivas e mortais caçadas. Os abates de Richthofen impressionavam tanto os membros da força aérea alemã quanto os inimigos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Manfred pintou o seu Albatroz C.III de cor vermelha para provocar os pilotos inimigos. Por esse gesto, somado à sua origem aristocrática, foi apelidado de “Barão Vermelho”. Mas foi com outro modelo de avião, o Fokker triplano (com três asas), também pintado de vermelho, que o Barão Vermelho ficou conhecido como o terror dos combates aéreos. Seu número oficial de morte por abate foi de 80.

Muitos o consideravam um nobre, com código de ética nas campanhas militares. Outros o consideravam frio, obsessivo, arrogante e sanguinário. Sua personalidade gera atração e repulsão até os dias de hoje, sobretudo pelo vínculo direto de seus parentes militares com o regime nazista.

O Barão Vermelho deixou escrito um livro, que foi publicado em 1917 e que atingiu a venda de 250 mil exemplares. O título era Der rote Kampfflieger (O piloto de combate vermelho). Manfred von Richthofen foi abatido pelo piloto canadense Roy Brow com um único tiro, em Somme, no dia 21 de abril de 1918.

Por: Cláudio Fernandes

Artigos relacionados

Alberto Santos Dumont

Conheça as principais invenções de Santos Dumont. Entenda como ele se tornou um dos grandes pioneiros da aviação, sendo mundialmente respeitado e admirado.

Antecedentes da Primeira Guerra Mundial

Leia esse texto e saiba mais sobre os antecedentes para a eclosão da Primeira Guerra Mundial.

Política de alianças para a Primeira Guerra Mundial

Saiba que antes do início da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), os países europeus já tinham formado a política de alianças para o conflito no final do século XIX.

Primeira Guerra Mundial

Saiba um pouco mais sobre os interesses e os principais fatos que marcaram a Primeira Guerra Mundial