Vegetação da região Norte

A região Norte do Brasil possui uma rica diversidade de vegetação e concentra a maior biodiversidade do mundo.

A região Norte abriga a maior parte da Floresta Amazônica e isso a torna a região mais rica do Brasil e do mundo em biodiversidade. Encontram-se também feições de Campos na região nordeste do Amapá, além de Cerrado no Tocantins, sul do Pará, Rondônia e Amazonas. Observam-se ainda vegetações litorâneas no Amapá e norte do Pará.

Floresta Amazônica

A Floresta Amazônica destaca-se em toda a região pela exuberância, biodiversidade e extensão territorial. No Brasil, os estados abrangidos por ela são: Amapá, Roraima, Acre, Rondônia, Amazonas, Pará, Maranhão, Tocantins e Goiás. Além do Brasil, a Floresta Amazônica estende-se para Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa.

Sua vegetação possui particularidades associadas ao clima quente e úmido da região. Entre as principais características, podemos apontar:

  • Plantas latifoliadas (folhas largas e grandes);

  • Plantas hidrófilas (adaptadas a ambientes úmidos);

  • Elevado porte e proximidade entre as árvores, formando um dossel (encontro das copas das árvores) bastante fechado.

As feições da Floresta Amazônica podem ser divididas em:

  • Mata de igapó (localiza-se próximo de rios e em terrenos alagadiços);

  • Mata de várzea (árvores localizadas em áreas de inundação perene) – estas possuem maior porte do que as de igapó;

  • Mata de terra firme: ocorre em ambientes que não são atingidos por alagamentos em nenhum período do ano.

Desmatamento da Floresta Amazônica

Estima-se que a Floresta Amazônica perdeu entre 17% e 25% de sua cobertura original. O estado do Pará foi o maior contribuinte desse indicador. As práticas de desmatamento da Floresta Amazônica remontam aos anos 1950, com a intensificação do processo de ocupação e transformação no uso do solo, constituição de grandes propriedades e, principalmente, os interesses econômicos com a criação de gado, plantio direto e, sobretudo, o desmatamento constante de madeireiros, agricultores e mineradores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No intuito de combater as práticas de desmatamento, desde 1988, o país monitora o nível de desmatamento da Floresta Amazônica para quantificar as áreas desmatadas e as suscetíveis ao desmatamento. O objetivo é construir práticas de fiscalização mais eficientes e ágeis. Dois são os principais programas de monitoramento do desmatamento via satélite da Floresta Amazônica: Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes) e Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), este utilizado desde 2004. Esses programas monitoram áreas críticas, e seus dados normalmente se referem a períodos anuais, o que torna as ações de fiscalização defasadas.

Procurando preencher essa lacuna, criou-se o Sistema Integrado de Alerta de Desmatamento para a Amazônia Legal (SIAD), objeto da parceria entre o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (CENSIPAM) e a Universidade Federal de Goiás (UFG). O objetivo é promover o monitoramento efetivo e sistemático da Floresta Amazônica em curtos períodos de tempo por meio de imagens de satélite.

Vista aérea da Floresta Amazônica, em Manaus

Vista aérea da Floresta Amazônica, em Manaus

Por: Hugo Mota

Artigos relacionados

Altas montanhas e vegetação

Altas montanhas e vegetação, O que são montanhas, Qual é a montanha mais alta do mundo, A relação entre as montanhas e as coberturas vegetais do mundo.

As vegetações Brasileiras

As vegetações brasileiras, Os tipos de vegetações brasileiras, As características das vegetações brasileiras, O clima e as vegetações brasileiras, Onde estão localizados os variados tipos de vegetações brasileiras.

Desmatamento na floresta amazônica brasileira: Principais causas e consequências

Apesar de ser o bioma mais preservado do Brasil, o desmatamento da floresta amazônica têm preocupado ambientalistas. Saiba mais!

Principais características do clima da região Norte

Aprenda a partir deste texto os principais elementos que influenciam a configuração do clima da região Norte do Brasil.

Tipos de relevo da região Norte

Aprenda um pouco mais sobre os tipos de relevo da Região Norte, que abriga os estados de Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre, Amapá, Pará e Tocantins.

Vegetação

Vegetação, elemento da paisagem, higrófilas, hidrófilas, xerófilas, plantas, vegetais, luz, calor, umidade, solo, hidrografia, ambientes aquáticos, Linha do Equador, florestas Tropicais, equatoriais, florestas Temperadas, coníferas, caducifólias, Estepe, Tundra, Pradarias.