Quantidade de movimento

Nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. Estudando as leis de conservação da quantidade de movimento e de energia, ampliaremos nossa capacidade de observar e descrever os fenômenos físicos mais realistas, como, por exemplo, as colisões, as explosões e as situações nas quais nos deparamos com forças variáveis.

Suponha então a seguinte ideia: alguém joga para você uma bola de tênis, cuja velocidade é igual a 20 km/h. Seria fácil parar essa bola, mas se fosse um carro com a mesma velocidade, seria fácil pará-lo? Certamente que não. Isso indica que tanto a massa quanto a velocidade são importantes na descrição do movimento e que uma grandeza que se relaciona com a massa e com a velocidade do objeto caracteriza melhor o movimento do que somente a velocidade.

Essa grandeza, que indica quanto de matéria está se movendo e com que velocidade, é a quantidade de movimento. Na Física, ela recebe a seguinte definição:

A quantidade de movimento () de um corpo ou objeto de massa m e velocidade  é o produto da sua massa pela sua velocidade. Matematicamente:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Onde: p é a quantidade de movimento, m é a massa e v é a velocidade.

A quantidade de movimento, também chamada de momento linear, é uma grandeza vetorial e, no sistema internacional, sua unidade é o kg.m/s. Tem sempre a mesma direção e sentido da velocidade.

Somente o valor da quantidade de movimento (por exemplo, 150 kg.m/s) não define a grandeza, pois precisamos conhecer sua direção e sentido. A quantidade de movimento é diretamente proporcional à massa e à velocidade. Dessa forma, um grande valor da quantidade de movimento pode significar grande massa ou grande velocidade.

Portanto, podemos definir que quanto maior for a quantidade de movimento de um objeto, mais difícil será pará-lo. Como a quantidade de movimento é proporcional à velocidade do objeto, podemos descrever toda a cinemática e toda a dinâmica usando a quantidade de movimento no lugar da velocidade.

Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

Um cometa de 100.000 kg de massa possui uma quantidade de movimento de 4,5 x 109 kg.m/s

Um cometa de 100.000 kg de massa possui uma quantidade de movimento de 4,5 x 109 kg.m/s

Por: Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos relacionados

Pêndulo de Newton

Clique aqui e entenda como funciona o pêndulo de Newton, instrumento que auxilia a compreensão da conservação da energia e da quantidade de movimento.

Momento angular

Conheça o momento angular, uma das grandezas físicas mais importantes para o estudo da Dinâmica e Cinemática rotacional.