Massa específica e densidade relativa

Um ramo da Física que é bastante interessante é a hidrostática. Ela estuda as propriedades dos fluidos (líquidos e gases) em equilíbrio estático. Falando em fluido, podemos defini-lo como sendo uma substância que pode escoar e que não apresenta forma própria, assumindo sempre a forma de qualquer recipiente em que está contida.

No nosso cotidiano podemos nos deparar com diversos exemplos de fluidos. Eles estão presentes nos carros, nos pneus, no tanque de combustível, nas câmaras de combustão do motor e um deles é de fundamental importância para nossa sobrevivência: o fluido que circula no nosso corpo.

Como a hidrostática estuda as propriedades dos fluidos, vamos começar esse estudo analisando a massa específica de uma substância ou objeto. Assim, podemos definir massa específica (densidade absoluta) de uma substância como sendo a razão entre a massa (m) de uma porção compacta e homogênea dessa substância e o volume (V) ocupado por ela. Dessa forma, matematicamente podemos escrever massa específica da seguinte maneira:

Na expressão acima, m é a massa da porção de substância e V é o volume ocupado pela porção da substância. No Sistema Internacional de Unidades (SI), a unidade de massa específica é o kg/m3, porém podemos utilizar as unidades g/cm3, kg/L ou g/mL.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A tabela abaixo nos mostra a massa específica de algumas substâncias conhecidas:

Massa específica de algumas substâncias

Embora a equação para o cálculo da densidade (d) de um objeto seja igual à equação da massa específica, temos que ficar atentos ao fato de que a massa específica de uma substância não é necessariamente igual à densidade de um corpo. Elas podem se diferenciar quando o corpo não é maciço, ou seja, se o objeto possui espaços vazios em seu interior, ele ocupa volume maior do que ocuparia se fosse compacto.

Densidade relativa, por sua vez, nada mais é do que a razão entre a densidade de uma substância e a de outra, tomada como padrão. A densidade relativa da substância X em relação à substância Y (μXY) é um número puro, cujo valor independe do sistema de unidades escolhido para medir as duas densidades absolutas, desde que as duas sejam medidas no mesmo sistema de unidades.

Em virtude das densidades relativas, o gelo não afunda

Em virtude das densidades relativas, o gelo não afunda

Por: Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos relacionados

Definição física de densidade

Clique e veja o que é densidade e saiba como ela é calculada.

Equação de Bernoulli

Clique aqui e conheça a equação de Bernoulli, que envolve a velocidade de escoamento de um fluido e a pressão exercida por ele.