22 de setembro — Dia Mundial sem Carro

O Dia Mundial sem Carro é comemorado em 22 de setembro e é um momento para refletirmos a respeito dos problemas desencadeados pelo uso excessivo dos automóveis.

Os carros são responsáveis por grande parte da poluição atmosférica.
Os carros são responsáveis por grande parte da poluição atmosférica.

O Dia Mundial sem Carro é celebrado em 22 de setembro e tem por objetivo nos conscientizar sobre o uso excessivo do automóvel. Você já refletiu, por exemplo, por que, mesmo a curtas distâncias, muitas pessoas optam por utilizar o carro? Essa ação é realmente necessária? No Dia Mundial sem Carro, somos incentivados a refletir sobre o que podemos fazer para reduzir o impacto negativo que provocamos no mundo devido ao uso excessivo desse meio de transporte.

Leia também: 5 de junho — Dia Mundial do Meio Ambiente

Tópicos deste artigo

Resumo sobre o Dia Mundial sem Carro

  • O Dia Mundial sem Carro é celebrado em 22 de setembro.

  • O uso de carro pode provocar poluição atmosférica e piorar a qualidade do trânsito das grandes cidades.

  • A poluição atmosférica pode causar doenças nos seres humanos, como problemas pulmonares e até mesmo acidente vascular cerebral.

  • Sempre que possível, prefira fazer um trajeto a pé, ou com bicicleta, ou ainda com transporte público.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quando surgiu o Dia Mundial sem Carro?

O Dia Mundial sem Carro foi celebrado pela primeira vez na França, em 1997. A iniciativa foi adotada, posteriormente, por outros países, incluindo o Brasil. Em território nacional, no entanto, a data foi comemorada pela primeira vez apenas em 22 de setembro de 2001.

A data foi criada para nos fazer refletir sobre os impactos negativos que o uso excessivo de carros pode causar ao meio ambiente e à qualidade de vida dos seres humanos. A data é um momento para refletirmos também sobre a necessidade de adotarmos formas de transporte alternativas.

Leia também: Como diminuir a poluição do ar?

Afinal, por que o uso do carro é prejudicial?

Atualmente, uma grande parcela da população possui carros e esse número tem aumentado significativamente nos últimos anos. Com um maior mercado consumidor, a indústria automotiva teve que investir em uma maior produção, o que leva, consequentemente, a um aumento na quantidade de recursos utilizados e maior gasto de energia para a produção desses veículos.

Os problemas para o meio ambiente, no entanto, não param por aí. O uso de carros é responsável por gerar resíduos que poluem a atmosfera, um problema ambiental grave. Especialistas sugerem que, em grandes cidades, como São Paulo, os carros podem ser responsáveis por aproximadamente 90% da poluição do ar.

A poluição atmosférica é um fator de risco para o desenvolvimento de sérias doenças nos seres humanos, afetando o sistema respiratório, circulatório e até mesmo o sistema nervoso. De acordo com dados da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), “isso resulta na morte prematura de 7 milhões de pessoas todos os anos por enfermidades como câncer, acidente vascular cerebral e doenças cardiovasculares e pulmonares”.

Além de provocar doenças nos seres humanos, a poluição atmosférica também está relacionada com as mudanças climáticas. Ainda de acordo com a Opas, “entre 2030 e 2050, espera-se que as mudanças climáticas causem 250 mil mortes adicionais por ano devido à desnutrição, malária, diarreia e estresse por calor.

Diante desses dados, fica claro que o uso do carro pode ser sim prejudicial à nossa saúde e também para o meio ambiente como um todo. Para minimizar esses impactos, muitas indústrias têm investido em uso de combustíveis alternativos, uma vez que a queima de combustíveis fósseis é uma das principais responsáveis pela poluição do ar. Além disso, há investimento na ampliação da produção de carros elétricos, os quais poluem menos, porém, infelizmente, ainda apresentam um valor elevado para o consumidor.

Além da questão ambiental, muitos carros circulando nas ruas trazem outros transtornos, tais como grandes congestionamentos, aumento do tempo de deslocamento de uma região para outra e a necessidade de ampliação de áreas de estacionamento. A redução do uso do carro, portanto, impacta positivamente na qualidade de vida.

Leia também: Problemas ambientais urbanos — os impactos gerados no ambiente das cidades

O que posso fazer para reduzir o uso do carro?

Muitas são as alternativas para reduzir o uso do carro no dia a dia. Veja a seguir algumas dicas:

 Homem segurando bicicleta em trecho urbano
Você já pensou em trocar o uso do carro por uma bicicleta? Essa troca ajuda o meio ambiente e melhora sua saúde.
  • Sempre que for percorrer pequenas distâncias, prefira realizar uma caminhada. Além de reduzir os impactos negativos do uso do carro, você pode melhorar a sua saúde, criando um hábito de vida mais saudável.
  • Quando a distância for um pouco mais longa, utilize uma bicicleta. Assim como a caminhada, pedalar é um ótimo exercício físico.

  • Quando possível, prefira o uso do transporte público, como ônibus, trem e metrô. Esse tipo de transporte permite o deslocamento de várias pessoas de uma só vez, diminuindo, portanto, o número de carros na rua.

  • Quando utilizar o carro for inevitável, ofereça caronas. Assim, você evita que mais pessoas utilizem o carro e, além disso, adquire uma companhia durante a viagem.

Aproveite o Dia Mundial sem Carro e comece a adotar essas medidas no seu dia a dia! Um mundo mais saudável começa com mudanças nas nossas atitudes.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

5 de junho — Dia Mundial do Meio Ambiente

Clique aqui e entenda o que é o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho. Saiba quando essa data foi criada e qual a sua importância.

Como diminuir a poluição do ar?

Você sabe como diminuir a poluição do ar? Clique aqui e conheça medidas que podem ser tomadas pelos governos e por toda a sociedade.

Poluição Atmosférica

Clique aqui e confira as consequências causadas pela poluição atmosférica!