Os verbos de ligação e o contexto

O contexto muitas vezes influencia na classificação dos verbos de ligação
O contexto muitas vezes influencia na classificação dos verbos de ligação

Nem sempre podemos conceber o aprendizado que fazemos dos fatos gramaticais como algo estático, haja vista que em uma determinada situação o que antes era determinado como tal, passa a se divergir. Por que estamos afirmando isso?

Muitas vezes o contexto é a chave principal para atribuirmos esta ou aquela função a uma determinada palavra, como é o que ocorre com os chamados verbos de ligação. Eles, por sua vez, desempenham o papel de ligar o sujeito a uma qualidade - representada sintaticamente pelo predicativo do sujeito. Senão, vejamos:

O dia está belo.

Temos que o verbo estar (está) se concebe como tal (de ligação).

Agora comparemos ambos os exemplos para fazermos a distinção da qual necessitamos:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A barca virou.

Temos aqui um verbo intransitivo, o qual não requer nenhum complemento para que seja constituído de sentido. Virou, não importa onde e nem quando.

A professora virou uma fera.

Agora sim, o sentido é totalmente outro, pois em vez de representar uma ação, como o que ocorreu no primeiro enunciado, denota um estado de ser do próprio sujeito, ou seja, o modo como a professora se encontrava num determinado momento.

Como pôde perceber, o contexto serve para determinarmos se o verbo se classifica como sendo realmente de ligação. Portanto, mostre-se hábil para realizar uma análise mais atenta e apurada de determinadas questões.

Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos relacionados

Predicativo do sujeito

O predicativo do sujeito qualifica o sujeito, estando presente no predicado nominal. Conheça as características que o norteiam!

Tipos de Predicado

Sua classificação e suas características.

Verbos nocionais e não nocionais

Compreenda acerca das principais características que norteiam este fato linguístico!