Tipos de Vento

O vento é o ar em movimento. Ele é resultante das diferenças de pressão atmosférica entre os diferentes lugares.

Para entender a lógica dos ventos, imagine uma bacia com água. Por mais que você tire ou coloque água, esta sempre tentará se distribuir de forma igual sobre a bacia, a não ser que fique inclinada.

Com os ventos, o processo é semelhante. Por ocasião das dinâmicas, algumas áreas podem momentaneamente apresentar uma menor pressão atmosférica que outras, isto é, ter uma menor quantidade de ar sobre a superfície. Quando isso ocorre, o ar que está acumulado nas zonas de maior pressão vai tentar se deslocar para as zonas de menor pressão a fim de “preencher” esses espaços. Eis a origem dos ventos.

Apesar de ser um processo aparentemente simples, existem vários tipos de ventos. Eles alteram-se conforme a sua durabilidade, variando entre ventos constantes, periódicos e locais ou variáveis.

Os ventos constantes são aqueles que ocorrem de forma periódica e cujas características não fogem a determinados padrões gerais. São divididos em ventos alísios e contra-alísios.

  • Ventos alísios: sopram constantemente das zonas polares e dos trópicos em direção à linha do equador. Carregam umidade e provocam chuvas nas regiões onde eles se encontram com outros ventos e massas de ar;
  • Ventos contra-alísios: realizam o movimento contrário aos ventos alísios, direcionando-se da linha do equador aos trópicos. São ventos geralmente muito secos.

Os ventos periódicos são aqueles que ocorrem de forma repetitiva ou durante uma estação do ano. Existem dois principais tipos: as monções e as brisas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • Monções: ventos que sopram do mar para o continente e do continente para o mar, variando conforme as estações do ano. O principal lugar onde ocorre esse fenômeno é na Ásia Meridional que, por isso, também é chamada de Ásia das Monções;
  • Brisas: são movimentos constantes e repetitivos que sopram do mar para o continente durante o dia, e do continente para o mar durante a noite.

Os ventos locais ou variáveis são ventos que ocorrem em uma determinada região durante um determinado período do ano. Existem inúmeros tipos que não se padronizam, uma vez que obedecem às condições naturais de cada localidade, como a pressão atmosférica e as formas de relevo, que direcionam o sentido e destino dos ventos. No Brasil, existem ventos locais que se descolam do noroeste em direção ao sudeste do país. Outros que sopram do sul para o centro-oeste.

Tais ventos são importantes para a dispersão de chuvas no espaço. Se não fossem eles, haveria uma grande quantidade de regiões em que choveria além do normal e muitas outras que sofreriam com o tempo seco.

Os ventos ajudam a transformar a paisagem

Os ventos ajudam a transformar a paisagem

Por: Rodolfo F. Alves Pena

Artigos relacionados

Energia Eólica

Fonte de energia obtida através do aproveitamento dos ventos.

Furacão

Furacão, o que é um Furacão, como se forma um Furacão, a classificação de Furacão, intensidade de um Furacão, nomes distintos dos Furacões, a fúria de um Furacão.

Tipos de desertos

O conceito de deserto e os seus principais tipos formadores.