Imagem formada em um espelho esférico convexo

Em nossos estudos sobre espelhos, vimos que um espelho pode ser qualquer superfície refletora muito bem polida. Vimos também que um espelho esférico possui uma superfície refletora que é um pedaço de uma esfera oca, ou seja, é uma calota esférica. Quanto à superfície refletora de um espelho esférico, ela pode ser interna ou externa. No caso da superfície refletora ser a parte interna, dizemos se tratar de um espelho côncavo; e se por acaso a parte externa for a parte refletora, dizemos se tratar de um espelho convexo.

Para determinar geometricamente a imagem de um ponto objeto colocado à frente de um espelho esférico, basta traçar dois raios de luz, seguindo pelo menos duas propriedades dos espelhos esféricos. Vejamos algumas delas:

- um raio de luz incidente paralelamente ao eixo principal reflete-se na direção do foco principal.
- um raio de luz incidente no vértice do espelho esférico reflete-se simetricamente em relação ao eixo principal.

Sendo assim, com essas duas propriedades citadas podemos construir a imagem de um objeto colocado em um espelho esférico. Nesse caso, construiremos a imagem de um objeto em frente a um espelho esférico convexo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Construção da imagem de um objeto AB em um espelho esférico convexo

Como mencionamos anteriormente, com apenas dois raios de luz é possível determinar, ou melhor, construir, a imagem de um objeto em espelho esférico. Nesse caso, primeiramente fazemos um raio de luz incidir paralelamente ao eixo principal, logo veremos que o prolongamento desse raio passa pelo foco. Em seguida, um raio de luz incide sobre o vértice do espelho, portanto esse raio é refletido simetricamente em relação ao eixo principal. A imagem de objeto AB se formará no encontro dos prolongamentos dos raios de luz.

Podemos concluir que qualquer que seja a posição do objeto AB colocado à frente de um espelho esférico convexo, teremos sempre a formação de um tipo de imagem A’B’, isto é, a imagem será: virtual, direita e menor que o objeto, ou seja, menor que o objeto AB.

A imagem de um objeto formada em um espelho esférico convexo é sempre virtual, direita e menor

A imagem de um objeto formada em um espelho esférico convexo é sempre virtual, direita e menor

Por: Domiciano Correa Marques da Silva