Retocolite ulcerativa

A retocolite ulcerativa é uma doença inflamatória que compromete o reto e o cólon e pode desencadear sintomas como diarreia com sangue e dor abdominal. É uma doença sem causa definida, entretanto, fatores genéticos, ambientais e imunológicos podem estar envolvidos no seu desenvolvimento.

A inflamação na retocolite ulcerativa afeta a mucosa do intestino de maneira contínua, o que ajuda a diferenciá-la da doença de Crohn, outra doença inflamatória intestinal. A condição afeta com maior frequência adolescentes e adultos jovens, sendo a média de idade entre 15 e 25 anos, com homens e mulheres sendo afetados na mesma proporção. A doença não possui cura, mas hoje existe tratamento que a mantém sob controle.

Leia mais: Intestino delgado – formado por duodeno, jejuno e íleo

O que é a retocolite ulcerativa?

Também chamada de colite ulcerativa, a retocolite ulcerativa é uma doença inflamatória intestinal que provoca inflamação da mucosa do intestino grosso, sendo limitada a esse órgão. A inflamação inicia-se na região do reto e, de maneira contínua, acomete o cólon. Na retocolite ulcerativa, não se observa segmentos saudáveis, como ocorre na doença de Crohn.

 A retocolite ulcerativa é uma inflamação que afeta o intestino grosso.
A retocolite ulcerativa é uma inflamação que afeta o intestino grosso.

A retocolite ulcerativa recebe diferentes denominações a depender da região em que se observa a inflamação. Ela pode ser chamada de:

  • Proctite, quando a inflamação está restrita à região retal;

  • Colite esquerda, quando acomete o cólon esquerdo;

  • Pancolite ou colite extensa, quando ultrapassa a região do cólon transverso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que causa a retocolite ulcerativa?

A retocolite ulcerativa é uma doença que não apresenta causas definidas, entretanto, aparentemente, fatores genéticos, ambientais e imunológicos são responsáveis por desencadear o problema. Acredita-se que indivíduos que desenvolvem a doença apresentam genes que os tornam mais suscetíveis a ela.

Fatores ambientais, os quais não são definidos, poderiam então provocar uma resposta imunológica anormal, o que levaria à inflamação da mucosa intestinal e ao desenvolvimento da doença. Podemos concluir, portanto, que a doença apresenta uma origem multifatorial.

Quais os sinais e sintomas da retocolite ulcerativa?

Dentre os principais sintomas da retocolite ulcerativa, podemos citar:

  • Diarreia crônica com a presença de sangue

  • Dor abdominal

  • Cólicas

  • Urgência evacuatória

A presença de diarreia com sangue ocorre devido ao fato de que a inflamação afeta o intestino, de modo a impedir que o órgão realize adequadamente a absorção de água, provocando ulcerações que fazem com que sangue seja liberado com as fezes. A perda de sangue pelo paciente pode levar ao desenvolvimento de anemia.

É importante salientar que a retocolite ulcerativa, apesar de estar restrita ao intestino grosso, pode ser responsável por manifestações extraintestinais, acometendo, por exemplo, as articulações, os olhos, a pele e o fígado. A doença pode, ainda, acometer a coluna, causando rigidez.

Leia mais: Desidratação – tem como uma de suas causas a diarreia

Retocolite e doença de Crohn são a mesma coisa?

 A retocolite ulcerativa e a doença de Crohn podem apresentar sintomas semelhantes, porém as duas doenças têm diferenças marcantes.
A retocolite ulcerativa e a doença de Crohn podem apresentar sintomas semelhantes, porém as duas doenças têm diferenças marcantes.

Apesar de as duas doenças serem inflamatórias, não são o mesmo problema. Há muitas características que nos ajudam a diferenciá-las. A primeira delas é o fato de a doença de Crohn afetar qualquer parte do trato digestório, o que não acontece na retocolite, a qual se limita ao intestino grosso.

Além disso, na retocolite, temos um acometimento contínuo do intestino grosso, o que pode não ocorrer na doença de Crohn, podendo ser encontrados segmentos saudáveis do intestino. Por fim, na doença de Crohn, toda a parede intestinal pode ser acometida, enquanto na retocolite intestinal apenas a mucosa está com inflamação.

Leia mais: Câncer colorretal – afeta ao cólon e o reto, com sintomas como sangue nas fezes

Como é feito o diagnóstico de retocolite ulcerativa?

O diagnóstico da retocolite ulcerativa é feito pela análise dos sinais e sintomas apresentados pelo doente, pela avaliação do histórico familiar e pela realização de exames. Entre os exames, que podem ajudar no diagnóstico da doença e na exclusão de outras doenças inflamatórias intestinais, estão: o exame de fezes, o exame de sangue, a retossigmoidoscopia e a colonoscopia. A biópsia também deverá ser realizada.

A retocolite ulcerativa tem cura?

A retocolite ulcerativa é uma doença que não apresenta tratamentos que visam à cura do paciente. Os medicamentos utilizados nesses casos visam a garantir o controle dos sintomas e à remissão da doença. Algumas pessoas podem ficar longos períodos sem que os sintomas da doença surjam, entretanto, como não se trata de um tratamento curativo, algumas crises podem ocorrer.

Em algumas situações específicas, recomenda-se a realização de cirurgias. Um desses casos, por exemplo, é quando o paciente apresenta complicações, como perfuração intestinal e grandes hemorragias.

A cirurgia consiste na retirada completa do cólon e do reto. Feita a retirada, duas técnicas poderão ser realizadas. Uma delas, conhecida como ileostomia, consiste na colocação de uma bolsa sintética externa em que as fezes serão esvaziadas. A outra técnica consiste na ligação do intestino delgado ao anus e na criação de uma bolsa que substituirá o reto. Com essa última técnica, o paciente pode evacuar pelo ânus.

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Doença de Crohn

Saiba o que é e os principais sintomas da doença de Crohn, um processo inflamatório que afeta o sistema digestório.

Intestino grosso

Saiba mais sobre o intestino grosso, um órgão do sistema digestório que está relacionado com a formação das fezes.

Intestino delgado

Compreenda a estrutura do intestino delgado e saiba mais sobre esse importante órgão que completa o processo de digestão dos alimentos.

Sistema digestório

Clique aqui e fique sabendo como funciona o sistema digestório e suas características.

Anemia ferropriva (por carência de ferro)

90% dos casos de anemia estão relacionados à deficiência de ferro.

Diarreia

Com certeza alguma vez você já apresentou um quadro de diarreia. Clique aqui e saiba mais sobre esse assunto!