Glândulas sebáceas

As glândulas sebáceas são encontradas em praticamente todo o corpo e são responsáveis pela produção de sebo, uma secreção oleosa que hidrata a pele e os pelos.

As glândulas são estruturas formadas por tecido epitelial e apresentam como função secretar importantes substâncias. Elas podem ser formadas por uma célula, sendo chamadas de unicelulares, ou por várias células juntas, sendo chamadas, nesse caso, de pluricelulares.

As glândulas pluricelulares podem ser classificadas em dois tipos básicos a partir da forma como liberam a secreção. As glândulas endócrinas são aquelas que eliminam sua secreção diretamente na corrente sanguínea. Nesse caso, a secreção é chamada de hormônio.

Já a glândula exócrina é aquela que libera sua secreção na superfície do corpo ou na luz de órgãos por meio de canais ou ductos. Como exemplo de glândulas exócrinas, podemos citar as glândulas sebáceas, que estão associadas aos folículos pilosos.

Características gerais das glândulas sebáceas

As glândulas sebáceas estão distribuídas por praticamente todo o corpo e são amplamente encontradas no couro cabeludo. Elas só não estão presentes na palma das mãos e na região da planta dos pés.

As glândulas sebáceas são exócrinas alveolares ramificadas holócrinas. Isso quer dizer que elas lançam sua secreção por meio de ductos, possuem porção secretora em formato de vários cachos de uva, que se unem em um mesmo ducto, e sua secreção é eliminada com a célula secretora.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Essas glândulas sofrem modificações de acordo com as mudanças de níveis hormonais que ocorrem durante o desenvolvimento. Com a idade, o tamanho dessa glândula tende a aumentar, mas não o número de células. A ação secretora dessas glândulas é relativamente pequena até a puberdade. Em mulheres, a secreção diminui após a menopausa e, em homens, não se verifica nenhuma alteração significativa na produção até os 80 anos de idade.

Funções do sebo

As glândulas sebáceas produzem o sebo, o qual é lançado diretamente no folículo piloso ou diretamente na superfície epidérmica, em locais com ausência de pelo. O sebo é uma secreção oleosa constituída por substâncias como ácidos graxos e ésteres de colesterol, além de porções da célula secretora.

O sebo possui como função primordial a lubrificação da pele e dos pelos, além de diminuir a perda de água pela pele. Apesar de sua importante função, distúrbios na secreção da glândula sebácea podem causar o surgimento de problemas como a acne, um problema caracterizado pelo acúmulo de queratinócitos, hiperprodução de sebo, colonização de bactérias e inflamação.


Aproveite para conferir a nossa videoaula sobre o assunto:

As glândulas sebáceas estão relacionadas com a produção de sebo

As glândulas sebáceas estão relacionadas com a produção de sebo

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Glândula sudorípara

Saiba mais sobre a glândula sudorípara, seus principais tipos e a importância do suor para o corpo.

Glândulas

Entenda o que são glândulas, suas funções no organismo humano e aprenda a diferenciar as glândulas endócrinas, exócrinas e mistas.

Sistema endócrino

Veja quais são as glândulas que compõem o sistema endócrino e qual hormônio cada uma delas produz.