Demência pugilística

A demência pugilística é um problema relacionado com pancadas constantes na cabeça. Essa doença é comum em lutadores de boxe e jogadores de futebol americano.

Frequentemente vemos lutas na TV em que os participantes golpeiam diversas vezes a cabeça do adversário sem se preocuparem com posteriores consequências. Um exemplo claro são as lutas que ocorrem no boxe, um esporte relativamente antigo e bastante praticado que pode causar sérios traumatismos cranioencefálicos.


O que é demência pugilística?

Um dos problemas crônicos mais comuns que ocorrem em decorrência do boxe é a encefalopatia progressiva crônica do boxeador, que também é chamada de demência ou dementia pugilística ou, ainda, síndrome punch drunk. Essa síndrome, no entanto, não atinge apenas boxeadores, diversos outros esportes podem desencadeá-la, como o futebol americano, MMA e rugby. Além desses esportes, ela também já foi diagnosticada em veteranos de guerra. Os primeiros estudos sobre esse problema, no entanto, ocorrem em boxeadores aposentados, por isso a doença recebeu esse nome.

A demência pugilística é observada com maior frequência após o fim da carreira dos boxeadores, em razão, principalmente, das várias lesões ao longo da vida. O tempo de prática de esportes que atingem a cabeça está diretamente relacionado com o desenvolvimento do problema, que pode iniciar-se lentamente durante a carreira ou então após uma pancada forte.


Efeitos da doença

A demência pugilística provoca problemas de atenção, memória e concentração, sintomas parkinsonianos, desorientação e dores de cabeça. Com a progressão da doença, percebe-se uma maior irritabilidade, agressividade, confusão mental, má coordenação dos músculos da fala e demência progressiva. Algumas vezes os problemas emocionais decorrentes podem até mesmo levar o paciente a cometer suicídio, o que preocupa muito os médicos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Como é feito o diagnóstico?

Para diagnosticá-la, uma avaliação neuropsicológica e exames de neuroimagem são fundamentais. Após o diagnóstico, a demência pugilística começa a ser tratada a fim de retardar o seu desenvolvimento e aliviar alguns dos sintomas.


Há tratamento para quem sofre de demência pugilística?

A doença é grave e irreversível, sendo assim, é fundamental que medidas sejam tomadas para que não acometa mais pessoas. A prática de esportes que causam traumas no crânio deve ser revista e equipamentos de proteção devem ser introduzidos. Apesar de essa medida ser difícil, uma vez que muitos esportes são bastante tradicionais, a qualidade de vida dos esportistas merece atenção especial.

Curiosidade: Você sabia que o lutador Maguila sofre com essa doença? Esse grande boxeador aposentou-se no ano de 2000 e venceu 77 lutas das 85 das quais participou.

Esportes em que os golpes na cabeça são constantes podem desencadear a demência pugilística

Esportes em que os golpes na cabeça são constantes podem desencadear a demência pugilística

Por: Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos relacionados

Boxe

Boxe, arte marcial, origem da palavra boxe, esporte praticado na Grécia Antiga, ano em que ocorreu a primeira luta de boxe, popularidade do boxe na Inglaterra, como acontece a luta de boxe, entidades que organizam o boxe internacional.